sábado, 13 de setembro de 2014

Fest Comix 2014

Olá, caríssimos companheiros Barateiros leitores! Sim, há algum tempo que não posto, e sim, já faz mais de quatro meses que ocorreu a 20º Fest Comix, mas em função de uma série de empecilhos e imprevistos no nível "novela mexicana" atrasamos a finalização do vídeo e postagem aqui no blog! Pedimos perdão por isso! Sim, eu sei que é um atraso absurdo, mas ao menos o vídeo está aqui! Falamos que teríamos material e cá está ele! Realmente não tive tivemos tempo para trabalhar nisso (dezenas de fotos, material coletado que tive que digitalizar, mais de 1h40 de vídeos etc etc etc tomaram mais tempo do que imaginamos, e como meu tempo livre estava curtíssimo até então, atrasei até mesmo meus demais projetos...). Isso sem mencionar que editei os vídeos diversas vezes, até obter um padrão interessante que pode ser aplicado a vídeos sobre outros eventos para acelerar o processo. Foram meses de muitos testes em poucas horas livres para garantir a qualidade de vídeos e posts vindouros. Não foram semanas agradáveis com esse material atravancado no meu computador :(  Ao menos estamos garantindo bases sólidas para o Barato! Nunca tínhamos feito vídeos desse estilos, também estamos aprendendo, e espero que acompanhem nosso progresso e que estejam gostando do material, pois estamos trabalhando (mesmo que lentamente) para trazer conteúdos leves, divertidos e com bastante informação! Diria que 90% é culpa minha, já que violei a suprema regra que rege minha existência: abocanhei mais do que podia engolir. Atrasou tudo, parou tudo, acumulou tudo... ó, céus, foi um terror! Mea maxima culpa... Isso sem contar o fato de eu ser meio devagar haha

Bem, deixando essa tristeza e drama wagneriano da melhor qualidade de lado, vamos ao que realmente interessa! Em primeiro lugar, uma prévia sobre o que é a Comix e Fest Comix (fonte):

"COMIX BOOK SHOP é uma livraria especializada em quadrinhos, mangás e demais produtos relacionados ao mundo do entretenimento (games, cards, filmes, séries, etc), presente no mercado desde 1986, buscando sempre levar para seus clientes o maior e mais atualizado acervo de revistas em quadrinhos do Brasil de forma profissional e competitiva.


Nossos objetivos são: pensar sempre no consumidor; fomentar o mercado e aproximar cada vez mais o público do maravilhoso universo das histórias em quadrinhos. Para isso, foram criadas diversas ações de divulgação como eventos internos, lançamentos, ações em escolas, faculdades, feiras de livros entre outros. Disponibilizando sempre uma equipe treinada, com muito carisma, potencial e conhecimento para propor ao cliente a devida atenção e atendimento.

Em 2003, com o avanço do comércio na internet e sucesso da marca, foi criada a loja virtual para proporcionar aos clientes de outras cidades e estados, o acesso ao acervo de títulos da COMIX (o maior do Brasil) – criando-se uma das maiores redes nacionais de clientes desse segmento na internet.
Sempre atenta às tendências de mercado e promovendo o crescimento do mesmo, a Comix criou em 2001 uma feira de quadrinhos que começou com um público de 250 pessoas e que hoje é conhecida como a maior feira de quadrinhos da América Latina – a FEST COMIX, com cerca de 20 mil visitantes em sua última edição em 2012. "

Pronto! Bem melhor, não? Dadas as informações, partiremos para a próxima parada: Pasárgada! Não... texto errado! Ah, sim, deem uma olhadinha no vídeo antes de prosseguir! O texto complementa o vídeo, mas uma imagem vale mais que mil palavras, certo? Tentamos diversificar o máximo possível... Confiram!
observação: não tenho a mão muito firme (é, eu sei, eu desenho mas não tenho mão firme, vai entender...), então algumas partes não estão lá grande coisa. Já deixo avisado!





Tendo isso tudo em mente, prosseguirei com minhas impressões sobre o evento. Melhor dizendo, minhas impressões sobre o primeiro dia do evento, afinal só fui neste dia (01 de Maio). Tentarei ser mais completo que no vídeo), mostrando fotos e falando sobre mais fatos e "causos". E já deixo de sobreaviso: algumas das edições que comprei são ótimas, e pretendo fazer um post sobre algumas delas (provavelmente um post com diversas delas juntas, porém isto ainda não está decidido). E quem viu o vídeo sabe que conseguimos credenciamento como imprensa! Foi tão divertido! Olhem só meu crachá aqui ao lado, que guardarei sempre com carinho! Quando vi "Empresa" pensei "é, estamos chegando lá!" hihihi 
Uma observação: foram 3 eventos ocorrendo simultaneamente: 20ª Fest Comix, X5 Mega Arena (evento de games) e o Mega Anime X (para os amantes de cosplay!). Quem assistiu ao vídeo já deve estar por dentro! Mas falarei disso mais adiante.

Eis o ingresso que comprei antecipado mas não usei
pois descobrimos em seguida o credenciamento haha

Como ponto inicial a ser abordado, escolhi alguns aspectos positivos e negativos do evento como um todo, os que achei mais relevantes (com base APENAS no dia em que fui, não se esqueçam disso!):




PRÓS

1) Pessoal muito receptivo, funcionários dispostos a me atender com rapidez e a dar entrevistas. Não tive problemas com ninguém do evento com quem falei (ninguém merece ser mal atendido, não é?). Meus parabéns à equipe! Só não souberam me informar sobre a localização de uma palestra, mas acabei encontrado, então não comentarei por aqui.

2) A sinalização interna era composta por grandes placas que ficavam penduradas bem acima de todos, de modo que era fácil ver tanto as próximas quanto as mais distantes de qualquer lugar do evento, sem que nada nem ninguém ficasse na frente (em lugar tão grande quanto o Centro de Convenções Imigrantes, isto foi mais que conveniente). Mas eu não enxergo direito de longe, então minha mãe que lia as placas para mim hahaha

3) A divisão entre os 3 estava clara, e todos muito bem integrados (comprando um ingresso era possível ter acesso aos 3 livremente). Porém ainda prefiro a localização anterior (o evento era menor, e sou desses que concorda com a expressão "nos menores frascos estão os melhores perfumes"... tinha menos gente e era mais fácil achar o que eu queria).


CONTRAS

1) Nenhum funcionário na Estação Jabaquara do metrô sabia me informar onde tomar transporte para o evento, e não havia nenhum tipo de sinalização ali. No site do evento estava escrito "TRANSPORTE GRATUITO DA ESTAÇÃO JABAQUARA ATÉ O EVENTO (das 9h30 até 21h)". Mas isso não foi totalmente verdade. Além das vãs começarem a sair apenas depois das 10h00, não saíram diretamente da estação. Vi diversas pessoas andando para todo lado tentando encontrar o local exato de saída, e quando encontrei não havia indicação ou placa alguma ali. mesmo não sendo longe da estação, considero o conjunto como algo muito ruim, uma péssima primeira impressão.

2) Ah, a praça de alimentação... eu sei que sou muito chato com comida, então esta opinião aqui não precisa ser necessariamente levada a sério: alimentação para mim não é "lanchinho" e sim "almoço, janta etc", e não foi isso que encontrei, apenas salgados, yakissoba, frituras, cachorro quente etc. Resumidamente, coisas que eu (e acredito que muita gente também) prefiro não comer. Além disso estava tudo muito caro levando-se em consideração a pequena variedade e quantidade de comida que vinha. MAS havia muitas mesas e lugares para sentar, e espaço de locomoção entre elas, o que é ótimo.




3) A entrada do Fest Comix (as demais não pareciam, mas não conferi) estava mal organizada, filas confusas, invertidas e circulares. Não cheguei a pegar muitas filas por causa do credenciamento como imprensa, mas nem por isso deixar de notar (observação: meu crachá era preso ao pescoço por um barbante cortado na hora... imagino que poderia ser algo mais apresentável, certo?)

Tendo estas minhas opiniões em mente, vamos por partes!



Prossigamos para um cantinho que achei muito cativante no evento! Motivo? A temática Medieval! Até então os eventos do gênero a que compareci não tinham tal seção, então foi muito divertido!  Era organizada pelo grupo Ars Medievalis, que promove eventos temáticos pelo Brasil (Florianópolis, Brasília e Rio de Janeiro, por exemplo). Eu imaginava, mas não tinha certeza se eventos assim ocorrem no Brasil (na Europa sei que sim, embora nunca tenha ido), e vejo como algo incrível, uma verdadeiro mecanismo que espalha cultura de uma outra época; imagine aprender sobre Idade Média no meio de um evento do gênero? 
É algo que me faz pensar que minha época de escola poderia ter sido muito mais interessante... é um incentivo ao aprendizado, uma forma de vermos um pouquinho do passado que faz parte de nós, como se se visitasse um museu. Lembro-me da Olimpíada na China... deixaram que assistíssemos à abertura na escola, mas muitos foram embora e tivemos que voltar para as salas. 





Consegui convencer a direção a me deixar assistir sob o pretexto de que era um material cultural mais palatável e interessante, um fuga da obviedade das nossas aulas, uma oportunidade única de ver a arte oriental. Apenas me estendi um pouco para mostrar quão válidas são essas manifestações, e que as mesmas deveriam ser mais difundidas! Que acham?
Ah, sim, peguei um panfleto e abaixo vocês podem lê-lo! Ele detalha cada lojinha/barraca que vocês veem no vídeo. Não comprei nada, mas vi taças muito criativas e algumas bijuterias bastante peculiares (não uso bijuterias, vejam bem hahaha):


Como eu sou um desastre para fotografar, pedi á minha mãe que
o fizesse, mas ela se esqueceu das bijuterias. Fora isso, não conseguimos
tirar essas datas do mal das fotos, então elas permanecem haha
Os trabalhos deles são incríveis! Recomendo pesquisarem, acessarem sites etc. Conversei mais com o pessoal da Angeluz Medieval Art, e eles foram foram muito simpáticos (e as roupas que usavam e produtos que vendiam me chamaram mais atenção que os dos demais; questão de gosto, apenas)! Século XIX faz mais o meu tipo, confesso, mas adorei tudo mesmo assim! até mesmo comida (servida na "Taberna de Odin", também no vídeo) segue essa linha É como é dito no panfleto: "resgate de receitas do período". Não tive oportunidade de experimentar (o cheiro era muito bom)... Fui a tantos lugares, falei com tanta gente, gravei tantos vídeos e comprei tantas revistas que fiquei com um nó na cabeça. Mas não posso reclamar!


E na onda do medievalismo, vocês viram a banda incrível (A Dany comprou um CD!) que gravamos? Ou melhor, gravamos o ensaio da Taberna Folk (que também embala parte do vídeo como música de fundo), e a gravação da apresentação propriamente dita foi cedida pelo pessoal da Extremedia!


Eram muitos minutos de gravação, então tentei selecionar apenas as melhores partes. Quem reconheceu algumas das músicas que eles tocaram? :) O grupo foi super gentil, consegui falar com eles. Fui apresentado aos membros, que me falaram basicamente do estilo de música que tocam (medieval europeia, celta, irlandesa, além dos já ditos temas de filmes épicos). Prestem atenção nos instrumentos deles! São lindos! Click aqui para acessar o site e saber mais. Resumidamente, foi para mim um dos pontos altos do evento como um todo. Eu li na programação, mas não esperava que fosse tão peculiar, algo que eu geralmente só ouço em filmes, como parte da trilha sonora. ter um contato direto, por mais breve que tenha sido, realmente acrescentou algo ao meu repertório musical razoavelmente pequeno. Pelo vídeo vocês devem ter percebido quão distintas são as músicas. Eu realmente não tinha visto que estavam vendendo CDs... que pena!

Bem, quem já chegou até aqui deve imaginar quanta coisa tinha por lá, certo? Lojas com action figures e acessórios diversos à venda (até lentes de contato dessas que cosplayers usam, sabem?); um cantinho simpático para fãs de Harry Potter com ingredientes, varinhas e afins para aqueles que desejavam adquirir itens mágicos; centenas e centenas de revistas em quadrinhos espalhadas por diversas lojas... Enfim! Selecionei alguns dos pontos, apenas, com maior foco no próprio Fest Comix. Mas claro que não deixarei de dizer algo sobre os dois outros eventos que estavam ocorrendo!

Para começar, vamos ao X5 Mega Arena: um evento para fãs de games. Mas eu não sou um fã de games. Que coisa, não? E justamente por isso quis entrevistar pessoas ali para apresentar a vocês opiniões sobre quem realmente entende do assunto, gente que estava ali jogando, assistindo aos gameplays, comprando itens etc. Mas infelizmente não tive sucesso. Ninguém quis falar nada, com exceção daqueles que aparecem no vídeo (vocês devem ter percebido que conversei com lojistas, funcionários, cosplayers etc, mas nenhum comprador como eu ou jogador quis dar uma palavrinha...). não estou julgando tampouco querendo ser chato, apenas estou afirmando que não obtive tanto material quanto gostaria do Mega Arena. Mas pelas imagens que gravei acho que dá para pegar o clima geral.
Seguem algumas fotos do Mega Arena tiradas por mim e pela Dany:

O portão interno para o evento.


Tinha até um cantinho da preguiça! Sentei por alguns momentos para relaxar
depois de carregar "poucas" revistas para lá e para cá e para lá de novo.





E agora falemos sobre o Mega Anime X!

Fonte
Primeiramente, você sabe o que é cosplay? O site cosplaybr.com.br fornece uma descrição bem legal:
"Existem muitas maneiras pelas quais os fãs têm demonstrado seu apoio e apreço às obras da cultura pop. Talvez uma das mais explicitas e populares nos dias atuais seja o cosplay. Contração das palavras em inglês costume (traje/fantasia) e play/roleplay (brincadeira, interpretação), o cosplay é um hobby que consiste em fantasiar-se de personagens oriundos, em geral, de quadrinhos, games e desenhos animados japoneses. A prática do cosplay também engloba personagens pertencentes ao vasto universo do entretenimento, como filmes, séries de TV, livros e animações de outros países. Em menor escala há aqueles que caracterizam-se como figuras históricas ou de criações originais.
Uma das principais características do cosplay é que o praticante além de criar os trajes, também interpreta o personagem caracterizado, reproduzindo os traços de personalidade como postura, falas e poses típicas. O hobby costuma ser praticado em eventos que reúnem fãs desse universo, como convenções de anime e games.
"
O pessoal se preparando para a apresentação, ao lado do palco. Vários apareceram no vídeo! Coletei nomes do maior número possível deles, todos na descrição do vídeo, caso seja de seu interesse, Barateiro leitor!
Bem, agora que todos os Barateiros estão informados, posso dar continuidade: não sou grande fã de cosplay, embora me imagine com trajes e trjeitos de alguns de meus personagens hehe Seria divertido! Não há um motivo especial, apenas não me identifico com a atividade. Porém um bom cosplayer faz maravilhas, convenhamos! Mas o que vi foi bastante divertido! Não tivemos oportunidade de fotografá-los, então sugiro que deem uma olhadinha no vídeo! O pessoal foi super elgal, conversei todos e busquei seus contatos para passar adiante! Quem ficou interessado, entre em contato pelo site comicscosplaybr.com.br ou procure pelos nomes que constam na descrição do vídeo! Parabéns a todos (o pessoal acima, com quem falei, venceu o Concurso, olhem só)! Apesar de ter chegado um pouco atrasado e perdido parte das apresentações, consegui um material diferenciado. Como nunca tive a oportunidade de "cobrir um evento", fiquei um tanto atrapalhado. Havia muitos cosplayers aqui e ali, e acho que dei sorte de falar com os certos :) Que acharam?  Quero ver lá nos comentários, hein? 
Observação: na verdade filmei mais cosplayers, mas as gravações não ficaram boas, então tive que cortá-los do vídeo (isso sem mencionar que na última edição cortei quase 10 minutos, então era realmente um vídeo imenso e que necessitava de mais cortes). Sinto muito, caso você que esteja lendo tenha sido cortado na edição.

E voltando às histórias em quadrinhos, tenho alguns adendos a fazer (curtinhos, não se preocupem):

1) Uma das lojas em que sempre compro alguma coisa é no Castelo do Gibi! Dentre as revistas mais "incomuns" que tenho, boa tarde veio daí! Este ano comprei nessa mesma loja uma edição encadernada sobre uma hQ que não conhecia, chamada "Opium", que ainda não li, pois comprei muitas hahaha. A Dany tirou algumas fotos do estande deles, vejam só:



Olha a Dany aí com o Sr. Pietro, o mestre da loja (ela não foi no
mesmo dia que eu, vale lembrar)! Há anos ele me atende! Um senhor super gentil e atencioso, diga-se de passagem!
Recomendo 100% o Castelo do Gibi!
2) Algumas fotos de action de que gostei bastante ou que não aparecem no vídeo (havia muita gente por lá e foi difícil de encontrar espaços livres para gravar): 

X-Men, meus adorados e prediletos heróis!

Eu queria aquele Galactus e o Modok! :D



3) Sabem aquelas estruturas que filmei, que parecem várias pilastras quadradas com textos bizarros sobre quadrinhos (é, não arranjei uma explicação melhor, mil perdões)? Bem, aqui estão algumas das mais interessantes da exposição (click nelas para ver uma versão ampliada)!



4) Minha mãe com o Hulk (é, é uma foto mega aleatória, eu sei, mas tenho que valorizar minha ajudante e fotógrafa, né? No último evento ela tirou foto com o Jason apontando um machado para o pescoço dela hahaha Pobre mãe!)



5) Apresento-lhes um pessoal que não apareceu nos vídeos e aqui no texto, mas que merece menções honrosas por estas bandas! Não posso me esquecer de ninguém! Nomes e contatos abaixo!


Aqui o senhor Luan Montá conversa com André Caliman (de amarelo), que estava lançando sua HQ "Revolta" na Fest Comix; atrás de nós (a foto dele não ficou boa, por isso não postarei, mas os links permanecem) estava Omar Viñole. Vale à pena dar uma olhadinha nos trabalhos deles! Sempre espero ansioso pela oportunidade de comprar quadrinhos independentes e conhecer estilos e formas de expressão diferentes daquelas que vemos nas grandes publicações da Marvel, DC, mangás em geral etc. As HQs independentes nacionais são bastante diversificadas, sabem? Só fui perceber isso quando comecei a comprá-las, e hoje tenho diversas! Uma que sempre recomendo é "Bando de Dois", de Danilo Beyruth.









Ao lado, Germana Viana (autora e desenhista de "Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço") e Luiz Kosmiskas, o roteirista de "Oceano de Brumas" (também desenhado pela Germana). Gostei bastante do estilo dos desenhos, embora não tenha tido a oportunidade de ler e acompanhar. Eles estavam lá divulgando seu trabalho e foram muito receptivos! Estavam conversando com minha mãe antes de eu aparecer ali para dar um alô.  Quem quiser conhecer melhor o trabalho deles, segue o link para o facebook e para o site da autora, respectivamente: 
www.facebook.com/LizzieBordelloEAsPiratas
www.germanacviana.com


Parabéns, pessoal!! mesmo que atrasado, estamos na torcida pelo sucesso da história!

6) Alguns panfletos bem legais que peguei, sobre lojas, quadrinhos etc (também peguei vários marcadores de página, mas não vou mostrar para não entupir ainda mais o post de imagens haha):


Quem aí conhece o Petisco? É um site que apresenta várias publicações independentes de grande qualidade! Acompanho alguns há um bom tempo, em especial Beladona (lá vou eu fazer propaganda haha). Já tive oportunidade de conversar com alguns dos autores em anos anteriores da Fest Comix, e assim fiquei conhecendo esse site incrível! Eles publicam uma página por vezes, e você pode ir acompanhando e comentando. O duro é esperar pela próxima!
E nos eventos eles levam edições encadernadas. Já tenho diversas, todas muito boas. É como eu disse acima: é um sabor diferente dos "blockbusters" dos quadrinhos.



Embora não tenha comprado nada, a lojinha deles no evento
tinha camisetas para todos os gostos! Vejam no 
site!
(havia muitas lojinhas, então escolhi duas bem diferentes
para mostrar para vocês; no caso, refiro-me a esta acima e
àquela no vídeo, a "Lolita tea Party")
7) Palestra com o pessoal da Editora HQM (cortada do vídeo em função do áudio ruim; estava muito barulho do lado de fora e mal dava para ouvir alguma coisa):

Soni e Shirubana, Mary Cagnin (Vidas Imperfeitas)
e André Araujyo (
Salvation
), do Futago Estudio



Vou ressaltar alguns dos pontos mais interessantes da palestra, ao menos aqueles que pude acompanhar, já que perdi um caderninho no meio do evento... O mais incrível é que encontrei! Alguma alma boa e caridosa achou no chão e deixou com um segurança na entrada! caso esta pessoa esteja lendo isso, muito obrigado! Você nem sabe a importância desse caderninho para mim! Bem, vamos aos pontos:

  • disseram a um dos artistas que deveria parar de produzir mangá e sim focar nos elementos da cultura brasileira; dentro da discussão que resultou disso e juntando a isto minha opinião: o Brasil é um país de misturas de todos os gêneros, religiosas, culturais, povos e etnias de todo o mundo! Por que motivos alguém negaria a oportunidade de explorar um dos estilos que vieram para cá? É praticamente o mesmo que dizer que não posso me inspirar no cubismo de Picasso porque é europeu e não brasileiro! Arte transcende esses limites banais! Alguém que não compreende a função da arte como forma de expressar-se da maneira que lhe convém e que melhor lhe representa precisa urgente aprofundar-se neste maravilhoso mundo para compreender suas infinitas possibilidades unificadoras. Todos os povos e culturas produzem alguma forma de arte. Cada um tem seu estilo, e isso os define, e a mistura só gera benefícios e novas formas de se interpretar o mundo a nossa volta!
  • "dar oportunidade a artistas nacionais de provar que nosso material pode ser tão bom quanto o importado" também surgiu na conversa, e não posso negar que isso é realmente muito bom! Há de fato um certo preconceito com a produção nacional ainda... No vídeo um outro artista comenta sobre o mesmo tema. Percebem a importância disto?
  • reiterando os tópicos acima: a internet, segundo eles, foi um meio que encontraram de levar adiante seus projetos, alcançando um público cada vez maior (existem plataformas online com essa finalidade; um bom exemplo é a Catarse).
Outros tópicos foram abordados, mas vou encerrar por aqui, pois foi isso que fez a palestra valer à pena para mim. A propósito, viram os trechos da palestra "Adaptação da História do Brasil para Quadrinhos", com Edson Rossatto e Jota Silvestre? Perdi boa parte pois ninguém sabia me informar onde seria, mas peguei trechos ótimos e muito esclarecedores! É sem dúvida um dos momentos do vídeo que mais recomendo! Era bem mais extenso, mas precisei cortar para não fica um longa-metragem, convenhamos; e acho que captei bem a essência do que consegui absorver. Que acharam? Tenho certeza que atiçará as brasas na mente de alguns Barateiros escritores de plantão!
8) E abaixo algumas das coisinhas lindas que comprei! ( uma e outra estragaram na mudança e precisei comprar novos exemplares, acreditam nisso?) :D Todas em cima da cama, o melhor lugar para ler revistinhas! Não mostrarei tudo para criar expectativa entre os Barateiros de plantão quanto aquelas que escolherei para escrever resenhas. Surpresos? Bem, ser bonzinho sempre e dar tudo de mão beijada não tem graça hehehe Brincadeira! Mas lanço um desafio aos amantes dos quadrinhos: quem reconhece os que aparecem na imagem? 



Ufa! Acho que é isso! Tentei mostrar o máximo possível do que estava lá no evento e que não aparece no vídeo. Foi muita coisa! Isso contribuiu em parte para a demora astronômica para sair o post, confesso. Todos os sites e contatos que não aparecem aqui estão na descrição do vídeo, assim nenhum dos dois fica poluído demais com essas informações. Tentei ser o mais fiel possível ao que me falaram nas "entrevistas", ao que vi e filmei e fotografei. Fiz o possível para mostrar um panorama geral do evento, minhas opiniões sobre o mesmo etc sem parecer muito chato. tentei mostrar minha postura como fã de quadrinhos para conhecedores e leigos, como devem ter percebido. Espero ter agradado a todos. Tinha bem mais coisinhas que poderia postar, mas tudo que era mais relevante está aqui ou no vídeo!
Ah, antes que eu me esqueça: vocês viram que legal a nossa camiseta? Produzimos ela meio na pressa para o evento, mas fez sucesso! Planejamos uma versão em camiseta preta e esta em camiseta branca. Foi nossa forma de mostrar mais o Barato para todos! De vez em quando eu a visto, então quem vir um magrelo de óculos na rua com ela, pode chamar que sou eu mesmo! :D

CONCLUSÃO e reiteração de alguns pontos (finalmente): ainda prefiro as versões anteriores do evento, num local menor, com menos gente, bem mais organizado que que este foi (mas continuo rezando para um dia ir a um evento em que a comida seja comida de verdade, isto é fato). Era justamente do que eu mais gostava, porém diante de tantos pontos positivos torço para que ano que vem essas pequenas falhas não mais existam e que o evento fique cada vez melhor e com mais novidades. Parabéns ao pessoal da organização!

E desculpem-me mais uma vez pelo atraso considerável. Ao menos espero ter atiçado sua curiosidade para começar a frequentar eventos de quadrinhos, caso nunca tenha feito isso, ou frequentar a Fest Comix ao menos. Despeço-me feliz por ter postado o que queria do jeito que queria, com muito humor e fotos! Separei algumas das revistas que comprei para escrever resenhas a respeito no futuro. Fiquem atentos! Nos vemos na próxima postagem! Agora que estou com mais folga na agenda voltarei a produzir mais conteúdo, finalmente! nem acredito!

Fiquem bem!







Postar um comentário