sexta-feira, 18 de maio de 2018

Asas de Ícaro


Hoje venho com uma dica de quadrinhos um pouquinho diferente! Asas de Ícaro é um mangá nacional escrito e ilustrado por Danilo Rosa.

O cenário da história é o nosso mundo, onde a humanidade aboliu todas as religiões e crenças, causando uma profunda transformação nas relações humanas.

Com esse pano de fundo, temos Ícaro: um garoto vindo de uma família de magos. O garoto precisará contar com a ajuda do seu tio, um ex-padre, que agora vive em um mundo que odeia aqueles que seguiram a fé de qualquer forma.

quarta-feira, 16 de maio de 2018

5 dicas para inserir a leitura na sua rotina


Às vezes, parece que a vida da gente se torna um buraco negro sugador de tempo e nunca dá para fazer nada que não sejam as obrigações do dia-a-dia. O negócio é tão sério que não sobram nem aqueles trinta minutos diários para praticar um exercício, por a mente em ordem, dormir mais cedo ou nem mesmo dois minutinhos para tomar água como uma pessoa decente.

E se a gente não consegue nem dormir direito, quem dirá tirar do limbo aquele livro maravilhoso e terminar de lê-lo, não é mesmo? Por isso queimei a mufa e tentei transformar em 5 dicas as coisas que eu faço (e que já testei com outras pessoas) para não chutar o hábito da leitura para outra dimensão.

A questão, a big, extra large, gigantona questão é que, com um pouco de atenção e vontade, é possível agregar praticamente qualquer coisa à nossa rotina.

Então vamos logo conferir essas tais 5 dicas para inserir a leitura na sua rotina e mandar ver:

terça-feira, 15 de maio de 2018

Microcontos 3!


No circulo mágico ele chamou pelos quatro guardiões.

E as quatro desceram do céu em seu esplendor de luz e poder. Sentiu-se pequeno diante de tanta grandeza. Não sabia por que criaturas tão poderosas ouviriam seu pedido. Sentiu medo e vergonha.
- Por que chora, pequeno? - disse Aldebaran, majestosa.

- Eu sinto muito por incomodá-los. Não sou digno.

- Se você não fosse, não estaríamos aqui. - falou Fomalhaut.

As lágrimas continuaram a cair, mas agora eram lágrimas de amor pelos amigos que sempre estiveram com ele sem que nunca tivesse reparado.

Os grigori esperaram pacientes que o jovem se recuperasse. Eles tinham todo o tempo do universo.




A Deusa se ergueu de seu sono e viu toda o que seus filhos tinham feito.

Haviam esquecido da natureza e cometiam crimes uns contra os outros.


Aqueles não eram mais seus filhos.
Com grande pesar em seu coração, incorporou-se em sua estátua de tempos remotos.


Seus filhos a gritar assombrados. Ela os ignorou.


Encheu seu cântaro com as estrelas do céu e o derrubou sobre tudo.


Alguns tentavam fugir, pobres coitados. Ninguém sobreviveria.
Naquele dia Atlântida afundou sobre um mar de estrelas.





A marca de sangue ainda estava fresca na testa do menino. A feiticeira deu instruções específicas: levar a criança até o solo sagrado antes da lua de sangue.

Haviam partido há 3 dias e estavam se aproximando do local. Ele havia lutado com homens, demônios, fantasmas e espiritos. Mas nada podia vencê-lo.

Sua mestra o havia conjurado com a única função de proteger e conduzir a criança.
Chegaram no circulo em tempo. Não havia ninguém no local.

Desceu do cavalo e conduziu o menino para a rocha. Ele entrou só no circulo.

Ao perceber isso a criança olhou para trás em tempo apenas de ver a máscara caindo ao chão e o vento levando o pó do que antes era seu companheiro de viagem.


E esse foi um conto de Josy Santos!
Me aventurando no mundo das letrinhas há cerca de dois anos, incentivada pela Dany Fernandez, minha companheira no blog "Barato Literário".
Publiquei os contos "Estrela" e "O Mago" na antologia "Etéreo- Contos Fantásticos" da Andross Editora, o conto "Sereia Negra" na antologia "Criaturas do Submundo" da Editora Wish e o conto "Jane Black, Caçadora de Recompensas" na antologia "Fantásticas" da Giz Editorial.
Espero que gostem da leitura ou não e comentem e deixem sua opinião.
Abraços

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Pipoca com Mostarda Apresenta: Histórias Cruzadas

 

 

Boa noite Galerinha!! 

Bem vindos ao pipoca com mostarda de hoje, e claro que por ser a semana do dia das Mães não podia deixar passar essa, não é mesmo?

Vou indicar hoje um filme de época muito interessante e envolvente, um drama maravilhoso que vai mexer com  o coração de qualquer mamãe, pode ter certeza disso! E não por ser de época, mas por ser extremamente amoroso e uma bela história de superação.

segunda-feira, 30 de abril de 2018

A Garota do Calendário - Abril

Autor: Audrey Carlan
Gênero: Ficção, Romance Adulto
Páginas: 160
Editora: Verus
Série: Volume 4

Clique aqui para ler a resenha do volume 1
Clique aqui para ler a resenha do volume 2
Clique aqui para ler a resenha do volume 3

Quarto volume da saga de Mia Saunders, vamos a um resumo rápido para nós atualizarmos da história: a jovem Mia precisa de 1 milhão de dólares para pagar a um agiota a dívida de jogo de seu pai que está em coma. 

domingo, 29 de abril de 2018

Giro de Notícias - Abril 2018

Este mês tivemos mais algumas adaptações literárias virando notícia. A Rede Globo está no ar com a adaptação para novela dos romances de Jane Austen.  Orgulho e Paixão é escrita por Marcos Bernestein.  Roteirista de filmes como Central do Brasil e Chico Xavier - O Filme, Bernstein entrou em contato com a obra de Austen por meio do filme baseado em Razão e Sensibilidade, lançado em 1995.


Nathalia Dill vive Elisabeta, a versão brasileira de Elizabeth Bennet (Foto: Divulgação)


quarta-feira, 25 de abril de 2018

NIHIL

Ou As primeiras impressões da Névoa




























Uma névoa tóxica invadiu a cidade. As pessoas foram obrigadas a estocar comida e a se encarcerarem em suas casas. Não há água encanada ou energia elétrica. Nem internet. Quem esteve perdido na névoa, não voltou para contar como as coisas estavam lá fora. E mesmo nos raros casos de quem conseguiu retornar, foi impossível voltar inteiro: faltaram os braços ou as pernas. Ou a alma.

Crianças e bebês morreram. Animais de estimação desapareceram. Há apenas silêncio, dúvida, solidão, loucura e desespero. Isso é Nihil.