segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Porque os filmes nos decepcionam tanto?


Boa tarde, minhas crianças! 

Não falarei hoje de qualquer filme, minhas caras.  Por diversos motivos os filmes podem decepcionar quaisquer pessoas e o mesmo ser fantástico para outro, porém na esmagadora maioria dos filmes baseados em livros... A decepção é quase certa. Existem várias justificativas para tremenda desgraça que assombra a nós, leitores. Mas para explicar o verdadeiro motivo, vamos primeiro estudar a anatomia de um leitor!

Basicamente e bem resumidamente, um leitor é feito de:

10% sofrimento.

Admita! A vida de leitor é sofrida... É personagem morrendo, finais horrendos de tristes (ou só horrendos mesmo), histórias que massacram nossa sanidade e mastigam nosso pobre coraçãozinho! Tá... dramático demais. Mas somos assim! Dramáticos! Querendo ou não, esses 10% nos ajudam no nosso envolvimento com a personagem e o enredo, nos fazem entender a diferença entre reticências e exclamação em uma fala qualquer... Nos ajudam a entender os sentimentos de nossos amados personagens nesse mar de crueldade que alguns autores os deixam, á míngua e sem lhes dar a chance de aprender a nadar...Snif!


23% bravura!

Sim! Bravura é um item necessário e básico, tanto quanto a escova de dentes nesse nosso cotidiano literário. É preciso bravura para desbravar novas terras, escalar mistérios sem atalhos, lutar contra os pré-conceitos que nós mesmos criamos e, principalmente, para encarar os filmes baseados em livros! Hahaha’


7% vontade...

Que leitor não passa vontade? Ai minhas anteninhas, como passamos vontade! Seja porque o estoque acabou, a promoção passou e você não conseguiu o dinheiro á tempo, se atrasou e não conseguiu o autógrafo, perdeu o sorteio do seu personagem predileto elegantemente estampado naquela caneca super linda ou por não ter tempo para ler, enfim! A vontade está presente e gritante nos momentos em que você não pode ter...Lá vem os 10% fazendo presença aqui...Snif snif!


60% imaginação!

Claro que eu não ia deixar passar batido, né! Imaginação é a essência, o motivo, a razão pelo qual amamos os livros! O que faz um livro belo é: nada mais do que a imaginação e criatividade dos autores em conjunto com a nossa. Cada um que lê a descrição, seja ela de uma simples sala, imagina de maneira diferente. É incrível como existem vários tipos e maneiras de nossa imaginação trabalhar e esse é um ponto muito forte que vai nos ajudar a entender o porquê que nos decepcionamos com os filmes. 


Vamos á resposta! 


Entendido a anatomia básica do leitor, temos de bandeja a resposta para nossa pergunta. É simples de entender, o que ocorre é que cada um imagina o personagem, a cidade, a dimensão, o quarto, as roupas, absolutamente TUDO de maneira única e assim buscamos ter ao menos uma semelhança do que havíamos pensado. Ás vezes temos e outras não, encontramos referências que não chegam aos pés do que o autor gostaria de passar.
Um belo exemplo foi o Percy Jackson. Assisti o filme e me recusei a ler o livro, detestei cada segundo daquele “coiso”, vocês não têm nem noção! Depois de muuuuuita insistência e bajulação de um amigo meu, acabei lendo a obra original. Eu adorei! Incrível!Eletrizante! Mas, pelo fato do livro ser voltado aos jovens, imagino que os diretores resolveram só colocar elementos que teoricamente atrairiam o mesmo público, só que em um filme. Resultado: Adolescentes fúteis, estereotipados e bobões. Bem... essa é a minha opinião.
O filme é também bastante limitado em relação á liberdade de nossas mentes, é aquilo que está sendo passado e ponto. Não há suposições, não há o que imaginar, não há o que fazer além de...assistir. Após ler uma obra fabulosa e super misteriosa, é de se esperar que tenhamos essa reação. Lembrando que o filme não é só feito para os que leram o livro, é para aqueles que nem fazem sequer idéia da existência do livro também, sendo assim tornam a obra mais simples, objetiva e “mastigada” no objetivo de atingir o maior público possível.



Basicamente é isso, o filme é um veículo diferente. Só podem ter em média 2 horas e não comportam todos os lindos e importantes detalhes, eles realmente dão uma bela “enxugada” em tudo, o que no nosso ponto de vista é desastroso. O livro é feito de detalhes, é vivo na sutileza das vírgulas e reticências, é difícil um filme acompanhar isso. Eu amo filmes e livros, cada um com seus fortes e fracos.
Esse é o maior motivo de nos decepcionarmos com os filmes, minhas crianças. É um veículo diferente e no final há pessoas que gostam deles, mesmo com nosso melhor discurso, talvez não consigamos convencê-los de que o livro é muito melhor. Cada um com seus gostos afinal. Mas não desistam! Existem filmes fiéis ao livro (dentro do possível) e que são muito bons, tenham esperança!

Por hoje é só, pessoal! Espero que tenham gostado da matéria de hoje, deixe nos comentários sua opinião!
Até mais! 
Postar um comentário