segunda-feira, 30 de maio de 2016

A Torre

Autor: Daniel O'Malley
Gênero: Suspense, Ficção, Sobrenatural, Investigação.
Páginas: 432
Editora: Leya
Série: The Checquy Files nº1 (Os Arquivos Checquy)

 Myfanwy Thomas acorda numa praça com diversos corpos a sua volta. Como se isto não fosse assustador o suficiente, ela perdeu a memória e não sabe como foi para lá ou quem ela mesmo é.

Pelo menos até colocar sua mão no bolso do casado que estava vestindo, onde encontra uma carta escrita por ela mesma, dizendo que já sabia que ia perder a memória e estas eram instruções sobre o que ela poderia fazer a partir de agora. 
Este é o começo de A Torre, primeiro volume da série escrita pelo australiano Daniel O'Malley.
O Checquey é uma instituição ultra secreta do governo britânico para a qual a antiga Thomas trabalhava. Ela poderia ser considerada semelhante a CIA, se não fosse pelo fato de que seus agentes tem poderes sobrenaturais.

Então quando monstros, dragões e fantasmas atormentam quem se chama  Ghotsbusters! é o Checquey. Sua nova eu desmemoriada precisa então lidar com seu suposto poder, que ela nem sabe qual é. Descobrir o poder dos outros membros da corte a qual ela pertence na organização e desvendar quem é o traidor que apagou sua memória.

O inicio do livro é meio parado e tem muita informação para passar para os leitores, a protagonista passa muito tempo lendo sobre seu passado e isto torna um pouco maçante a leitura. No entanto a partir do momento que ela retorna ao trabalho a ação não para! A nova versão de Thomas é irônica, ousada e bem humorada e simpatizamos com ela logo de cara.




O livro pega o ritmo e o leitor não consegue desgrudar até o final, onde tudo será revelado.
O dia a dia é intercalado com as cartas da antiga Myfanwy, que orientam e revelam detalhes dos membros da Corte.

A corte é como são chamados os principais membros da organização. Cada um deles recebe o nome de uma peça de xadrex, sendo que existem duas peças para cada título:2 Torres, 2 Bispos, 2 Cavalos... e apenas um Lorde (Rei) e uma Lady (Rainha).

O livro é recomendadíssimos! Com certeza lerei a continuação e a todos que gostam de sobrenatural ou mesmo ação é leitura proveitosa na certa.
Postar um comentário