segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Magnus Chase e os Deuses de Asgard - A Espada do Verão

Autor: Rick Riordan
Gênero: Ficção, Aventura
Páginas: 438
Editora: Intrínseca

Magnus Chase é um garoto de 16 anos que está morando nas ruas de Boston. Após a misteriosa morte de sua mãe por um ataque de lobos, em seus últimos momentos de vida ela pediu que ele fugisse e não deixasse ninguém o encontrar. 
Magnus obedeceu e desde então dorme nas ruas, suas únicas amizades são Hearth e Blitz, uma estranha dupla de mendigos, sempre disposta a cuidar dele. 

Tudo ia "bem", até que sua prima Annabeth aparece perguntando por ele nas ruas com cartazes de desaparecido. Então ele resolve investigar o porque deste interesse depois de tanto tempo. Ao tentar encontrar respostas acaba por se descobrir em meio a busca de um gigante de gelo pela "Espada do Verão" que está no fundo de um rio, mas o único que pode pega-la é Magnus. 

Nesta situação pra lá de maluca, Magnus recupera a Espada (que é um pedaço de ferro enferrujado e cheio de lodo) e acaba lutando com o gigante Surt. E nesta luta, bem.... ele morre. 

Sim, isto mesmo. Magnus morreu. Não, o livro não acabou.

Magnus acorda no Valhala, o hotel do pós-vida mais badalado dos nove mundos*! Apenas heróis escolhidos a dedo pelas Valkírias podem se hospedar lá, com a condição de que todos irão lutar juntos no dia do Ragnarok (o fim do mundo nórdico).

O hotel é um campo de treinamento permanente, no qual todos lutam até a morte todos os dias e no dia seguinte ressuscitam e voltam a lutar até a morte de novo. 

Magnus tem uma suite e lá descobre que não foi apenas sua coragem que o trouxe ali, mas o fato de que seu pai que ele nunca conheceu, também é um Deus Nórdico. (Para saber qual, vocês terão que ler o livro U.U)

A Espada do Verão, costumava ser a antiga espada do pai de Magnus, mas ele abriu mão dela e por isto a espada não tem mais um dono, ou melhor não tinha. Agora que Magnus a revindicou, ele é o novo proprietário da Espada do Verão.

Infelizmente, o gigante com o qual Magnus lutou não vai desistir assim tão facilmente, afinal ele precisa da espada para cortar as amarras que prendem o lobo Fenrir, que iniciará ao Ragnarok e destruirá o mundo e os Deuses.

Magnus precisa então proteger a Espada e impedir que Fenrir se liberte de suas amarras. Sempre lembrando que embora ele esteja "morto", ainda pode morrer de novo se for ferido enquanto estiver no mundo mortal (Midgard).

Rick Riordan, é conhecido como o autor da série Percy Jackson, no qual retratou diversas aventuras através da mitologia grega e romana. Ele também possui uma série baseada na mitologia egípcia chamada Crônicas dos Kane. Agora ele migra para a mitologia nórdica com diversas referências e muita aventura.

Inicialmente o livro não me prendeu muito, embora a história seja leve e divertida. Os acontecimentos se desenrolam muito rápido, você mal sofreu por algo que aconteceu com o personagem e já temos outra ação acontecendo. No entanto o final me encantou. 

Foi engraçado e passou com fidelidade os laços de amizade que foram criados ao longo da trama. Os deuses ficaram bem interessantes também, embora com um viés cômico. 
Vale como uma leitura descompromissada ou um belo presente para aventureiros de plantão.

*Segundo a mitologia nórdica existem nove mundos interligados na árvores da vida: Yggdrasil. A terra ou mundo humanos é chamada Midgard, e um dos mundos para o qual vão os guerreiros mortos em batalha seria o Valhalla. Confira os demais mundos na imagem acima. 

Postar um comentário