quinta-feira, 10 de maio de 2018

Pipoca com Mostarda Apresenta: Histórias Cruzadas

 

 

Boa noite Galerinha!! 

Bem vindos ao pipoca com mostarda de hoje, e claro que por ser a semana do dia das Mães não podia deixar passar essa, não é mesmo?

Vou indicar hoje um filme de época muito interessante e envolvente, um drama maravilhoso que vai mexer com  o coração de qualquer mamãe, pode ter certeza disso! E não por ser de época, mas por ser extremamente amoroso e uma bela história de superação.

O filme Historias Cruzadas (The Help originalmente) foi um mega sucesso de bilheteria em 2011 com uma proposta extremamente inovadora, o lucro foi orçado em uma média de US$ 25 milhões!! 





O filme se passa em uma cidade no sul dos Estados Unidos em plena época de discriminação racial juntamente com muito machismo, não é mole não, viu? 

Esse longa expõe histórias comoventes de empregadas negras e sua luta no cotidiano para sustentar suas famílias, dar estudos aos filhos e superar obstáculos pessoais. O desenvolver da história te deixa sempre com o coração na mão, certamente com medo do que pode acontecer com essas pobres mulheres que escolheram ter coragem para mudar o futuro. A obra toca o coração das mamães pois mostra situações em que mexem com o sentimento materno, protetor, retrata de várias maneiras a luta diária que mulheres, mães, esposas passam para conquistar suas vidas... é uma coisa linda de se ver, minhas crianças! <3 


 

Deixando minhas admirações de lado, a trama toda começa quando Skeeter, uma jovem branca totalmente fora do padrão da sociedade da época decide escrever um livro. Mas não um livro qualquer de assuntos fúteis (apesar de escrever sobre esses temas no jornal local como fachada). Ela quer escrever um livro para divulgar as histórias das empregadas negras com o intuito de aproximar e despertar compaixão nas pessoas, fazê-las entender e conhecer sobre a vida de uma empregada, despertando um olhar diferente que as pessoas brancas têm das “de cor”.



 A jovem trabalha, é solteira, em sua plena juventude e não tem filhos, é independente e decidida o que a torna completamente fora de padrão tendo que levar no peito e na coragem os muros sexista daquela época. No longa também é retratado sobre alguns preconceitos da época sobre homossexualidade. Pode parecer que não, mas creditem, vão se impressionar em como a gente evoluiu!

Em segredo Skeeter começa a reunir histórias engraçadas, comoventes, muito inusitadas, além de absurdas para os dias atuais. Tudo começa com apenas uma empregada aceitando contar suas histórias, mas aos poucos, como protesto, os contribuintes vão aumentando cada vez mais e é então que a história começa a bombar total. 



As empregadas farão você se apaixonar por suas personalidades incríveis, mulheres fortes e batalhadoras que apesar de tudo ainda buscam levar a vida da melhor maneira. Eu assisti de novo enquanto escrevia e acabei deixando pela metade e parando para ver o final... (tirem essas cebolas daqui).
 Mas o filme não é só risada e admiração, há partes tristes em que tive que segurar o coração para não descer pela bunda, de raiva e de revolta principalmente.  



Não posso revelar muito aqui nessa indicação que estou doida para dar spoilers, então peço que assistam, suas mamães vão adorar!! Vai ser mágico, podem ter certeza disso, um drama que recomendo a todos. Não há como assistir esse filme e não levar um pensamento novo na cachola e certamente agradecendo pelo avanço que tivemos e pela vida que temos.


Então é isso pessoal, vou ficando por aqui com essa indicação MARA. Se preparem que a próxima já está por vir e vai ser sobre uma das obras do Studio Ghibli, um estúdio de animação japonesa, esperem por mim!
 

 
Até mais e aproveitem esse BIG balde de pipoca com MOSTARDA  e para os que já assistiram... Um belo pedaço de torta de chocolate da Minny!! 


Ass. Jeniffer Alba

Postar um comentário