segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Corte de Espinhos e Rosas

Autor: Sarah J. Mass
Gênero: Fantasia, Contos de Fada
Páginas: 432

Editora: Galera Record

Feyre é um jovem que vive em pequeno chalé com sua família. O inverno está chegando e ela é responsável por caçar e vender as peles a a carne para sustentá-los, embora ela tenha duas irmãs e pai, nenhum deles trabalha. As irmãs não querem e o pai tem um problema na perna, após credores o espancarem por dívidas. 
Ela tem um caso com um rapaz de sua vila com quem ela se encontra de vez em quando e adora pintar, embora não saiba ler ou escrever, pois quando sua mãe morreu ela era pequena e não pode ser ensinada.

Um dia ela consegue uma bela caça, um lobo enorme. Por um momento ela pensa que ele pode ser uma criatura da terra das fadas, mas como não percebe nenhum sinal mágico no ser. Ela o mata e vende sua pele. E aí que a confusão começa...

A noite após vender as peles, uma fera invade sua casa cobrando pela vida do faérico (como são chamadas as criaturas da terra das fadas) e exige que Feyre o acompanhe para ser punida por seu crime de assassinato. 

Ela via sem reclamar desde que sua família seja poupada e não antes de deixar instruções para que eles se virem sem ela. Já que ela que fazia tudo antes.

O território dos feéricos é separados dos humanos desde uma antiga guerra por uma muralha mágica. Desde então os humanos são ameaçados com a alternativa de invasão das fadas na tentativa de aniquilar o que resta da humanidade. Enquanto os humanos vivem na pobreza, os féericos são ricos e tem palácios e servos.
 
Chegando no palácio, ela descobre que Tamlin, a fera não irá matá-la e apenas pede que ela viva lá para o resto da vida. Ela também descobre que fora da forma de Fera, ele é um jovem homem com uma máscara. Essa máscara é algo que todos os feéricos de sua corte usam por conta de uma maldição jogada por sua rainha por terem a desafiado. 

E lógico ai aparece o romance: aos poucos Feyre se apaixona de forma reticente pelo lindo Tamlin e etc.  As coisas se complicam por que não é comum humanos estarem na corte das fadas e isso atraí a atenção da rainha e dos inimigos deles. Para salvar a jovem, a Fera se entrega a rainha como um trouxa e ai cabe a Feyre retornar e salvar ele, passando por diversos perigos e conhecendo muito mais sobre o mundo das fadas.

Sarah J. Mass faz nesse primeiro volume uma nova releitura de A Bela e a Fera, mas você dificilmente vai se pegar lembrando do conto enquanto lê o livro. A história é envolvente e viciante, com personagens carismáticos e não conseguimos desgrudar até ver aonde vai acabar os desafios de Feyre. 

A obra é uma trilogia e conta com mais dois volumes que, em breve se tornaram resenha porque com certeza vou ler o próximo que é baseado em outro mito: Hades e Perséfone.

Postar um comentário