Amor pelas coisas imperfeitas

em terça-feira, 12 de abril de 2022

 


Autor: Haemin Sunim

Editora: Sextante

Gênero: meditação, autoconhecimento

Páginas: 288


Eu sei. Eu tenho lido umas coisas diferentonas. Mas esse blog é para isso, não é? Para falar do que tenho lido e de como tem impactado minha vida. 


Gostei tanto de "As coisas que você só vê quando desacelera" (já tem resenha aqui no blog) que assim que vi que tinha mais um livro do monge Sunim, eu nem pensei duas vezes em aumentar a minha coleção.


Assim como no livro anterior, Amor pelas coisas imperfeitas traz uma série de reflexões, mas nesse volume, elas estão voltadas para o que consideramos "dignos de amor". É uma leitura para se fazer aos pouquinhos, sorvendo as mensagens, permitindo que a nossa mente viaje pelas ilustrações aquarelas lindíssimas, dessa vez, produzidas pela artista Lisk Feng.


O livro tem um total de 8 capítulos, distribuídos ao longo das quase 300 páginas. O projeto gráfico é lindo e feito para o leitor já imergir na leitura a partir do primeiro toque. Enchi o livro de marcadores, para depois poder voltar nas citações que achei mais legais, ou que me tocaram muito no momento que estava passando durante a leitura.


Foi muito bacana, encarar uma leitura que me fez sentir "do outro lado da mesa". De repente, é como se eu me dispusesse a refletir um pouco sobre os temas apresentados no livro, mesmo sem ter me dado conta.  Temas como autocuidado, empatia e aceitação são tratados de maneira serena e com um ponto de vista que nos leva ao questionamento: por que fazemos isso? E para quem


Sem bordões marcados como "ser a melhor versão de si mesmo" ou "sua força de vontade é o que importa", Amor pelas coisas imperfeitas realmente nos leva a ressignificar a forma como enxergamos a nós mesmos e quem está ao nosso redor, em um mundo em busca de perfeição, mas sem receitas prontas, sem passo a passo.  Se trata de um livro que oferece uma jornada incrível, para quem ousar atravessar a ponte.


Leitura super amorzinho e indico para qualquer pessoa que adore ilustrações bonitas e temas reflexivos.


Vou ficando por aqui e...

Até a próxima, folks!

Nenhum comentário:



Topo