Lore Olympus

em quarta-feira, 3 de agosto de 2022


Autora: Rachel Smythe

Volume 1: Histórias do Olimpo

Editora: Suma de Letras

Gênero: Webtoon, Quadrinhos, Romance, Mitologia

Páginas: 379



Conheci a Webtoon na web pelas mídias sociais, me atraiu por ser uma versão do mito de Hades e Perséfone. Agora um sucesso internacional chegando ao Brasil pelas páginas da Suma Editora o Volume 1: Histórias do Olimpo.

Na mitologia grega, Hades é o Deus do Submundo cuidando dos mortos, ele é irmão de Zeus e Poseidon. Hades diferente de seus irmãos não é casado quando esta história começa.

Kore é a filha de Deméter, Deusa da agricultura e dos cereais. A mãe é super protetora e a mantém afastada do Olimpo e dos outros Deuses.

Um dia ao ver Kore colhendo flores na Terra, Hades se apaixona e rapta a moça para o submundo. Deméter fica apavorada e desesperada sem saber onde a filha está. Quando descobre e consegue que a tragam de volta.


Kore Deusa da Primavera e Perséfone Deusa do Submundo
Kore Deusa da Primavera e Perséfone Deusa do Submundo.


Kore revela que comeu uma fruta do submundo, uma romã. Então a partir dai ela faz parte do submundo. E se torna então esposa de Hades, e seu nome então passa a ser Perséfone.

Rachel Smythe faz uma releitura moderna da história, mostrando um outro ponto de vista do mito. Trazendo o dia a dia dos Deuses em seus trabalhos e funções e mostrando que Perséfone é mais do que uma jovem donzela raptada, sendo uma moça com objetivos e personalidade forte.

O contraste de Hades ser azul e Perséfone rosa faz vermos que um não pertence ao mundo do outro. Porém conforme vão ficando mais próximos, pequenas flores azuis aparecem em volta de Perséfone, demonstrando o amor que começa a uni-los.



Diferente de Zeus e Hera em que os mitos mostravam que havia muitas brigas e traições, o casamento de Hades e Perséfone mitologicamente mostra ambos dividindo o trono do submundo em harmonia e companheirismo. Talvez isso possa ser a influência dessa versão moderna do mito como não um rapto, mas Perséfone voluntariamente indo ao submundo porque quer estar lá. Com uma postura ativa ao invés de vitimista.

Para quem gosta de mitologia e HQs, com certeza é uma obra para se ter na estante e esperar ansiosamente por sua sequência.


A hipótese do amor

em quarta-feira, 20 de julho de 2022


Autor: Ali Hazelwood
Páginas: 384
Editora: Arqueiro
Gênero:  Ficção, comédia, romance


Olive está fazendo seu doutorado na faculdade, após descobrir que sua melhor amiga está apaixonada por seu ex-ficante, mas não quer se declarar para não magoa-la ela toma uma decisão: arranjar um namorado de mentira.
Assim sua amiga pensará que ela seguiu em frente e poderá ser feliz. Mas, após dizer que tem um encontro e por acaso encontrar a garota nos corredores da faculdade, Olive em pânico beija o primeiro rapaz que cruza seu caminho no corredor.
Só que esse rapaz é Adam Carslen, o professor chefe de departamento (embora não seja professor de Olive) que todos temem por ser conhecido como insensível e chamado por todos de babaca.
Por mais que queira voltar atrás após do incidente, Olive não consegue sem fazer Adam lhe denunciar por assédio sexual. 
No entanto, para sua surpresa Adam concorda em ser seu namorado de mentira.
O rapaz está com recursos congelados para sua pesquisa, pois a universidade pensa que ele pode ir embora por não ter vínculos com o local.
Logo ele pensa que se tiver uma namorada vai ter uma aparência mais "estável" de que não irá para a faculdade concorrente.
E assim se inicia o namoro de mentira dos dois, uma história que gera diversas confusões para ambos. 
Um exemplo é que o amigo de Olive teve que refazer todo o projeto pelas críticas que recebeu na banca de Adam, por conta disso ele fica muito bravo por saber do namoro. O que obriga a garota a contar a verdade para ele e torna-lo seu cumplice.
Apesar de soar como uma história simples e divertida, ela também aborda alguns temas mais profundos. Em determinado momento Olive sofre assédio moral e ela tem que escolher como lidar com a situação e resolve-la. Ao mesmo tempo que enfrenta a tristeza e pressão por sua pesquisa e a situação envolvida.
É um livro gostoso de se ler, as páginas voam. O único ponto que considero negativo é que tanto Olive quanto Adam acabam sendo introspectivos demais, e não dizem um ao outro a verdade e jogam limpo o que eu presumo que também diminuiria o livro pela metade.
Então se você gosta de uma boa comédia romântica e descompromissada, esse é o livro para você.


Topo