sexta-feira, 12 de agosto de 2016

A Coroa

Autor: Kiera Cass
Gênero: Ficção, Fantasia, Romance
Páginas: 310
Editora: Seguinte
Série: A Seleção

Ùltimo volume da saga de A Seleção, neste conhecemos o final do dilema de Eadlyn para encontrar seu futuro marido em meio a tantos candidatos. Esta resenha portanto tem SPOILERS dos outros livros da série. 


Ao final do volume anterior A Herdeira, que você pode conferir a resenha clicando AQUIAmérica teve um enfarto após o filho Ahren ter partido para se casar com a princesa da França. Eadlyn se vê mais perdida do que nunca em ter que tentar ajudar a família a governar o país, agradar ao povo que não gosta dela e ainda decidir com quem se casar.

Em meio a isto alguns dos pretendentes dos livros anteriores se destacam na disputa por seu coração: Um amigo de infância, o costureiro/estilista, o estrangeiro e o poeta. Você deve estar achando estranho eu me referir a eles por adjetivos ao invés dos nomes né?

Francamente, fiz de proposito. Quando terminei o livro anterior eram tantos os pretendentes que nem conseguia decorar o nome de todos. E quando comecei este não lembrava de nenhum. Apenas das cenas que eles habitaram com estas características. Isto é um ponto negativo porque mostra que embora os rapazes devam ser apaixonantes, na pratica você mal lembra o nome deles. Não é de espantar que a Eadlyn não sabe com quem casar. Enfim, depois que eu lembrei dos nomes e passei a torcer pelos meus favoritos.

Um ponto positivo em relação ao anterior é a personalidade da protagonista que era considerada por muitos chata. Na verdade a autora não conseguiu transmitir o mesmo Carisma de América a sua filha no inicio da saga, mas agora melhora consideravelmente.

Embora o livro tente mostra a insatisfação do povo e as rebeliões do governo isto não fica claro. E francamente o pouco tempo que Eadlyn reina não mostra ela praticamente fazendo nada significativo (pelo menos não até o penúltimo capítulo).
O livro tem pontos bons e ruins. O vilão é óbvio logo de cara. Sério. Eu li a frase do cara dizendo bom dia e já sabia que ele não prestava. 
Mesmo assim, recomendo a leitura do livro. Vocês podem achar que eu fiquei louca, só que não.

A seleção é uma série legal por nos fazer sentir empatia pelos personagens. Até a chata da Eadlyn conseguiu arrancar lágrimas de mim na reta final do livro e me fez torcer até o último segundo por ela e por seu par.

Então Kiera Cass está de parabéns por ter conseguido manter a atenção de forma viciante até o desfecho lagrimoso e feliz! 

Todos aqueles que gostam de um romance, podem ler mais este volume da série sem medo. 
Postar um comentário