quarta-feira, 7 de junho de 2017

O Dragão Renascido - A Roda do Tempo 3

Título: O Dragão Renascido
Série: A Roda do Tempo - Volume Três
Autor: Robert Jordan
Páginas: 656
Editora: Intrínseca


Neste terceiro livro vemos a sequencia dos acontecimentos após a batalha épica do final de A Grande Caçada. Se você não leu os demais livros, este artigo pode conter spoilers!!!

Resenhas anteriores: O Olho do Mundo e A Grande Caçada.

Robert Jordan nós transporta para o mundo mistico da Roda, que há está altura já é nosso conhecido. Todos os protagonistas estão separados desde o ínicio. Portanto, temos diversas partes separadas em longos trechos ao longo de todo o livro. E mal vemos o Rand nele. Levando em conta que ele é o Dragão Renascido, vocês podem estar achando que alguma coisa está errada.


Quando o grupo se separa Rand está em conflito com seus dons e teme ferir os demais com seu poder fora de controle, por causa disto ele se afasta do grupo e passa a viajar sozinho. Perrin, Mellisandre e Lan passam a segui-lo por seus "rastros".

Ninaeve, Elayne e Egwene seguem para Tar Valon para iniciarem seu treinamento como Aes Sedai. Lá elas se deparam com inúmeros desafios como o de salvar Mat do feitiço da Adaga, confrontar as ex membras da divisão negra da Aes Sedai e os desafios e missões da própria magia para conseguirem a aprovação para continuar seu aprendizado. 

Perrin é avisado por Min sobre alguns vislumbres do seu futuro e sob alerta fica prudente a muitas coisas e tenta não ficar perto dos lobos. Mat por outro lado descobre que ao ter tocado a Trombeta de Valere no final do livro anterior, acabou por estar ligado a mesma pelo resto da vida. Ele é o único que pode invocar o exercito de heróis para a batalha final. 



Em paralelo a isto somos apresentados a uma repentina sorte súbita do rapaz, que depois de um tempo nós faz questionar. Seria sorte mesmo? Ou alguma artimanha do Tenebroso.

Também vemos com mais clareza o povo dos Aiel e somos apresentados a seus costumes e lendas que também estão ligadas a Rand.

Todo o livro gira em torno da Lenda de Callandor. Esta lenda fala sobre a lendária espada que está na fortaleza de Pedra de Tear e que apenas o verdadeiro Dragão Renascido poderia tocá-la sem morrer. Durante todo livro somos conduzidos para o desfecho então de Rand ao encontrar sua espada mágica. Afinal, o que é um herói sem uma arma lendária?

Mais um livro estonteante, embora no começo a ausência de Rand tenha me chateado. Com o tempo a trama dos demais personagens nós amarra com seus acontecimentos e conhecemos melhor suas personalidades.

Este livro serve principalmente para destacar personagens que até então seriam deixados de lado, principalmente Mat. 

Este livro é um pouco mais difícil de se ler por ter os acontecimentos quebrados em virtude do núcleo central de personagens estar dividido. Mas ele serve a seu propósito e continuamos a saga no próximo volume: A Ascensão da Sombra.

Saga: A Roda do Tempo 

Callandor no Salão de Pedra.
1º livro - O Olho do Mundo
2º livro - A Grande Caçada
3º livro - O Dragão Renascido
4º livro - A Ascensão da Sombra
5º livro - As Chamas do Paraíso 
6º livro - Lord of Chaos (inédito)
7º livro - A Crown of Swords (inédito)
8º livro - The Path of Daggers (inédito)
9º livro - Winter's Heart (inédito)
10º livro - Crossroads of Twilight (inédito)
11º livro - Knife of Dreams (inédito)
12º livro - The Gathering Storm (inédito)
13º livro - Towers of Midnight (inédito)
14º livro - A Memory of Light (inédito)
Livro extra - New Spring (inédito)

Postar um comentário