domingo, 6 de agosto de 2017

Microcontos!



Suava abundantemente, enquanto pensava em como dispensar o banquete da corte das fadas sem acabar morto.

A corte Seelie sorria suavemente a sua frente em expectativa. Qualquer coisa que comesse seria uma indicação de morte ou vida, ou pior: ficaria preso no mundo deles para sempre.
Respirou, fundo e fez a única coisa que lhe veio a cabeça.
Mordeu a própria língua.
Chocadas as primeiras fadas circularam a mesa para tentar salvar o homem que se esvaia em seu próprio sangue sem sucesso. Morria com a certeza que tinha escolhido a única saída sabia.







Caminhava pelo deserto sem saber onde iria chegar. As areias quentes sob seus pés o levavam a vertigem...
Os Deuses ás vezes pregavam peças nos seu escolhidos. Precisava ter fé para seguir que acharia o templo.
Andou por tantas horas que não sabia mais onde estava no sol escaldante que se punha. Caiu quando já era noite e viu o céu estrelado sobre ele.
Foi então que soube, o templo que procurava nunca esteve ali. Ele estava além das estrelas.
O mago deu seu últimos suspiro em paz tendo descoberto aonde finalmente deveria estar.




E esse foram alguns contos de Josy Santos!
Me aventurando no mundo das letrinhas há cerca de dois anos, incentivada pela Dany Fernandez, minha companheira no blog "Barato Literário".
Publiquei os contos "Estrela" e "O Mago" na antologia "Etéreo- Contos Fantásticos" da Andross Editora, o conto "Sereia Negra" na antologia "Criaturas do Submundo" da Editora Wish e o conto "Jane Black, Caçadora de Recompensas" na antologia "Fantásticas" da Giz Editorial.
Espero que gostem da leitura ou não e comentem e deixem sua opinião.
Abraços
Postar um comentário