terça-feira, 30 de outubro de 2018

Mensageira da Sorte

Autor: Fernanda Nia
Gênero: Fantasia urbana, Aventura, Nacional
Páginas: 424
Editora: Plataforma 21

Mensageira da Sorte foi o livro que fui especialmente no lançamento da Bienal deste ano. Já acompanhava o trabalho da Fernanda Nia nas HQs do Como eu realmente 1 e 2, e logicamente fui prestigiar o lançamento de seu primeiro livro YA pela Plataforma 21, selo da V&R Editora.

Na trama, Cassandra Lira que prefere seu apelido Sam tem 17 anos e mora no Rio de Janeiro. Ela luta diariamente para superar o trauma da perda de seu pai em um protesto  contra a corporação Al Corp que atualmente controla a maior parte do sistema econômico do pais.

Um dia ao voltar para sua casa, Sam se vê em meio a mais um protesto que acaba em confusão. Ela está quase chegando em casa quando resolve voltar e ajudar uma moça na rua. E então algo estranho acontece, algo mágico.

Sam não sabe mas, a partir deste momento ela é a nova encarregada do Departamento do Destino como Mensageira da Sorte! O que? Como? 

Isso mesmo! A moça que ela ajudou era a mensageira original, quando ela se machucou na confusão o destino automaticamente escalou Sam para ser sua nova "funcionária provisória".

A partir de então nossa protagonista acorda todos os dias com a missão de entregar um pouco de sorte para alguém desconhecido. Essa sorte normalmente vem na função de uma mensagem que a pessoa precisa ouvir naquele dia e que pode ser desde uma frase com paçoca até os números da Sena.
Autora Fernanda Nia. Fonte: Twitter da Autora
Conforme avançamos na história, entendemos melhor o porque da população estar se revoltando. Isso é uma parte central da trama do livro e muito contemporânea com os dias atuais. Sam também cresce como personagem a medida que tem que superar seus traumas para conseguir cumprir sua missão de mensageira. 

Podemos ver claramente a evolução da heroína, detalhes sobre o departamento do destino também são revelados aos poucos nos instigando a querer saber mais da história.
O livro demora um pouco para engrenar por não nos entregar a premissa do que houve com Sam logo de cara, mas isso não prejudica e nos faz querer saber mais e não largar com as cenas de aventuras e romance.
Recomendado a todos que gostam de fantasia urbana, aventura e querem conhecer um leitor nacional.

Postar um comentário