quarta-feira, 31 de julho de 2019

Corte de Névoa e Fúria

Autor: Sarah J. Mass
Gênero: Fantasia, Contos de Fada
Páginas: 432

Editora: Galera Record
Este é um dos casos de livros surpreendentes que fazem o leitor mudar totalmente de perspectiva, e isso é maravilhoso. 

Continuação de Corte de Espinhos e Rosas nele fomos apresentados a protagonista Feyre, uma humana que acabou envolvida nos conflitos dos Féericos ao se apaixonar por Tamlin, o Senhor da corte da Primavera que sofria uma maldição que o fazia usar máscaras. Superando os conflitos do livro anterior e morrendo no processo. Feyre é ressuscitada pelos Senhores Féericos e agora ela também é uma deles. Ai todos viveram felizes para sempre... Só que não!
O paraíso virou uma jaula para Feyre, seu amado e ela ficaram com estresse pós traumático após os acontecimentos do livro anterior e isso faz com que Tamlin superproteja-a, não deixando que ela faça nada ou saia de casa. A jovem começa a enlouquecer de dor e desespero e perdendo peso por não conseguir comer e acabar por vomitar tudo assim que acorda com pesadelos sobre as torturas de sua prisão na montanha.

Em paralelo a isso seguem os preparativos de seu casamento, que ela já não quer mais. Mesmo amando Tamlin, ela não se sente pronta ou feliz por se casar. Até que um salvador aparece: Rhysand. 

O Senhor da Corte Noturna literalmente a rapta do altar e cobra seu trato: uma semana na corte noturna a seu lado todos os meses. A jovem pensa que seria terrível esse período mas, ao contrário é libertador. Longe de a prender ou torturar, ele resolve ensina-la a ler, descansar e repor sua alimentação.
Fanart: @charliebowater

Aos poucos Feyre volta a ser a jovem cheia de vida de antes, mas apenas por que Rhysand vai cuidando dela e revelando uma lado surpreendente do nosso anterior vilão. Mas, não impensável, pois em diversos momentos no volume anterior, o rapaz demonstrou ser bem diferente da figura malévola que todos pregavam a seu respeito.

Em meio a reviravoltas, uma guerra a caminho e novas descobertas nossa protagonista se vê diante do dilema: Voltar para Tamlin ou ficar na corte Noturna.

A autora ganhou muitos pontos comigo nesse livro, a forma como ela retratou a diferença do amor de Tamlin que se torna um relacionamento abusivo e o tratamento igualitário de Rhysand me surpreendeu. Em uma época que falamos tanto de sororidade é necessário ver isso também nos romances. A corte noturna é claramente inspirada no mito de Hades e Perséfone o que só torna ainda mais cativante. 

O volume termina em mais um desfecho inesperado que nos conduz direto para o volume 3: Corte de Asas e Ruínas. Recomendo a todos que queiram ler um romance atual e com protagonistas fortes e carismáticos.



Nenhum comentário: