domingo, 26 de fevereiro de 2017

Um gato de rua chamado Bob

Autor: James Bowen
Gênero: Biografia, Cotidiano, Não ficção
Páginas: 236 

Editora: Novo Conceito

Já havia falado do livro anteriormente como uma dica no face, mas agora trago a resenha após ver o filme que saiu em novembro do ano passado e infelizmente não chegou a estrear nos cinemas aqui do Brasil.
James estava passando por uma fase muito difícil em sua vida. Desempregado e tentando se livrar do vício das drogas, estava em tratamento e tentando viver tocando suas músicas nas ruas e entradas do metrô em troca de algumas moedas. 
Mas ele se sentia solitário, até que um dia ele houve um ruído no corredor do prédio em que vive. Pensa ser um invasor mas é surpreendido por um gato laranja muito fofo! que entra na sua casa agindo como se fosse dono do local e se aloja pedindo comida.
James fica sem jeito, mas em lugar de expulsar o felino ele o acolhe e pensa em procurar seu dono nos arredores no dia seguinte.
Para evitar não ter um nome para o bichano, ele resolve chama-lo de Bob. Como previsto ninguém da vizinhança reconhece o gato, então James decide deixa-lo ir embora e encontrar seu caminho. Mas é surpreendido por Bob o seguindo, é o inicio de uma grande amizade.

Como esperado de livros de gênero, normalmente mais famosos por cachorros protagonistas. Vemos aqui a interação de lealdade entre ambos. É muito bonita a forma como a presença do felino faz James ter mais consciência de si e sair realmente das drogas. 
Ele fica bom para poder cuidar do Bob, pois não se sente sozinho e isto faz toda a diferença. Mostra como animais podem ajudar na recuperação de qualquer um que precise de ajuda. Seja uma doença ou uma reabilitação. Amigos animais trazem nova vida para todos!
O livro foi um sucesso mundial e no ano passado saiu a adaptação cinematográfica que retrata muito bem a narrativa. Gostaria de destacar que o gato que aparece no filme é o verdadeiro Bob. 
Tentaram fazer testes com outros felinos parecidos, mas nenhum fazia igual ao protagonista. De forma que o próprio Bob atuou. 
Então sim, Bob está vivo! Nâo é um destes livros que o animal morre no final. O gatinho está vivo, bem e desfrutando do sucesso e dos tapetes vermelhos ao lado de seu companheiro. 
Então vejam o filme, leiam o livro e me contem se recomendam também. ;)


Postar um comentário