segunda-feira, 27 de março de 2017

A Rainha Sombria de Viviane Fair



Autor: Vivianne Fair
Gênero: Fantasia / Aventura
Páginas: 228

Editora: Editora Draco

Jade é uma garota que acabou de entrar na escola de medicina, e tem um passado sombrio. Foi encontrada desacordada e caída na frente de uma biblioteca aos doze anos de idade e quando acordou, não se lembrava de absolutamente nada. 

Quem era sua família? De onde ela tinha vindo? esse lance da idade eu achei estranho. Se ela não tinha memória, como sabia que tinha 12 anos quando foi encontrada? E se ela só parecesse ter 12 anos? De qualquer forma essa dúvida não influencia em nada no andamento da história então me conformei e só segui com a leitura.


Essas perguntas ficaram sem resposta e ela seguiu em frente com a vida. Porque é isso o que as pessoas fazem: Elas seguem em frente.

Mas Jade não anda nada bem. Ultimamente tem sentido raiva de tudo e todos. Um ressentimento que ela não sabe explicar de onde vem. Aos poucos ela começa a perceber que há uma outra voz dentro de si.

Depois de alguns incidentes, ela acaba sendo “sugada” para outro mundo. Um mundo bem conhecido para quem já leu fantasia ou costuma jogar RPG.

Nesse outro mundo, depois de passar pouco tempo em letargia, confinada em um castelo, Jade parte em busca de respostas, ao mesmo tempo que tenta não ser morta no meio do caminho.

Jade é divertida e cativante, assim como todos os personagens desse livro. A Narrativa é fluída, passando a maior parte do livro em primeira pessoa (a pessoa de Jade, só para constar).

Vivianne aborda com bastante delicadeza o assunto dos extremos: ninguém é totalmente bom ou totalmente ruim. Somos cinzas, misturas de luz e sombras.

Jade é uma personagem que vai crescendo e se desenvolvendo ao longo do livro, trilhando um caminho de aprendizado, confusão e amadurecimento. Seus parceiros de viagem também são super simpáticos e interessantes. Até mesmo a tal Rainha Sombria. É sério.

Outro fator interessante, é que esse livro apresenta 3 finais diferentes e você pode escolher o que melhor combinar com sua pessoa ou com o que você espera do livro. Adorei esse recurso. Quem sabe a moda pega e tcharaaaaam: saem mais livros com finais alternativos, né? Né.

Eu já conhecia a série “A Caçadora” dessa mesma escritora, e me diverti muito com as piadas divertidas e as enrascadas em que Jéssica se metia. E posso dizer que não me decepcionei com A Rainha Sombria. Mesmo com um toque um pouco mais denso do que nos livros anteriores da Vivianne Fair, o bom humor está lá e isso é ótimo para quando somos picados pelo mosquito do tédio vírus e queremos uma leitura para passar o tempo de maneira divertida.

Até a próxima! ;)


Postar um comentário