quinta-feira, 29 de junho de 2017

Série de TV: The Leftovers

Iniciada em 2014 pela HBO, a série teve sua terceira e última temporada finalizada este mês e é baseada em um livro de Tom Perrotta, publicado aqui pela Editora Intrínseca. Inicialmente foi publicado por aqui como Os deixados para trás, mas teve o título modificado para o original após a estréia da série.

Somos apresentados a seguinte premissa: Um dia inexplicavelmente 2% da população mundial desaparece. Sim, é isto mesmo que você ouviu. Desaparecem. Puf! Não tem fumaça, não tem raios, não tem nada. Simplesmente somem. Os religiosos acreditam então que houve um "arrebatamento" como na Bíblia, na qual diziam que alguns escolhidos seriam levados para o céu antes do juízo final.

Então ai temos, os que ficaram para trás se perguntando: Por que?

Para onde os outros foram, estão vivos ou mortos, por que foram deixados, o que fizeram de errado...

Em meio a isto somos apresentados aos personagens principais. A família do chefe de Policia Kevin Garvey Jr. (Justin Theroux) com seus dois filhos e esposa e a família de Nora (Carrie Coon). Ou melhor ex-família, porque tanto o marido como filhos dela são arrebatados e ela fica sozinha.

Os Remanescentes Brancos: Stalkers que fumam sem falar nem uma palavra.
Além disto temos o irmão de Nora, interpretado pelo queridíssimo Christopher Eccleston (Doctor Who) como o reverendo local Matt Jamison e a seita das pessoas de branco que fumam. What?

Embora não pareça ter sentido esta definição, porque não tem mesmo é uma das presenças mais marcantes da série e muitas coisas giram em torno dela. Somos apresentados a seu interior pelo personagem de Meg Abbout interpretada por Liv Tyler (Armagedon).

Kevin no começo da série tentando entender o que acontece.

A primeira temporada deixa muitos mistérios no ar e tem muitos pontos em que vemos como o destino pode ser irônico com determinados personagens. Não é apaixonante, apenas intrigante. Após diversas criticas, os produtores Damon Lindelof (Lost) ao lado de Tom Perrota mudaram a série na segunda temporada. E foi então que The Leftover entrou na categoria: Série para indicar.

Os personagens se mudam então para a cidade de Miracle. Local no qual ninguém teria sido "abduzido" no dia do arrebatamento. Somos apresentados a novos personagens e a realidade local dos milagres. O personagem de Kevin passa a ter outros objetivos e muita coisa pelo que ele passa o faz pensar que é lunático. São as melhores cenas da série.
Kevin tem que confrontar seu "demônio interno" para seguir em frente e ele realmente faz isto em grande estilo e de uma forma totalmente inusitada.

Pai de Kevin, já começa a série no hospício... Melhor personagem.
Após uma segunda temporada engraçada, dinâmica e muito interessante. Este ano tivemos o desfecho na terceira saga final que acompanhou nossos personagens para a Austrália. Um dos melhores episódios da série foca totalmente no pai de Kevin (Scott Glenn), e tudo caminha no mesmo ritmo onírico e interessante na terceira. Porém na reta final algo muda. O último episódio é totalmente focado na personagem de Nora, e embora explique a maioria das dúvidas da temporada e deixe muitas coisas no ar Como por que raios todos aqueles lá foram abuduzidos? ele fecha de forma satisfatória trilogia.

Não posso dizer que fiquei 100% satisfeita, mas não fiquei revoltada e indico a série porque ela é uma destas obras feitas para quem quer sair da caixinha das produções que estão na moda e conhecer algo diferente. A dica é não tente entender nada e curta a história. Aliás esta será a primeira regra da nosso próxima dica de série: Twin Peaks.
Então vejam e contem o que acharam de The Leftovers.

Postar um comentário