terça-feira, 5 de março de 2019

Alys - Elemento ômega


Autor: Priscila Gonçalves
Gênero: Fantasia / Ficção
Editora: PenDragon
Páginas: 220

Alys Elemento ômega é o segundo livro da série de fantasia da escritora nacional Priscila Gonçalves.  A resenha do livro anterior "Alys - elemento Alpha" você encontra bem aqui. 

Elemento ômega é a continuação direta de Elemento Alpha, em que os acontecimentos finais deixam o leitor com o coração na mão.

No segundo volume, temos uma Alys que está amadurecendo rápido: não é como se ela tivesse a opção de deixar para depois a missão da qual depende toda a vida na terra.
No Livro anterior, Alys descobre fazer parte de um mundo bem diferente do que acreditava conhecer e cai sem paraquedas na missão de devolver a magia ao mundo, encarando o desafio Primeira Lua.

Depois desses acontecimentos, a humanidade pós-metal passa a sofrer mais transformações, sentindo o despertar da magia, instalando-se o pânico e o medo. Mas isso é só o começo: há uma Segunda Lua e um novo elemento para ser liberado no mundo é bem aqui onde se passa a história de Alys - Elemento Ômega.

Negociações políticas, missões diplomáticas, treinamentos, pesquisas e mais pesquisas. Essa é a nova rotina extenuante e enlouquecedora que Alys, uma garota que até bem pouco tempo só tinha que driblar o pai super protetor.

E como se isso não fosse pressão o suficiente, Alys ainda precisa lidar com as perdas que sofreu no livro um: não há tempo para aceitá-las, pois é preciso seguir em frente. Ainda assim...

Quem teria coragem de assumir suas fraquezas quando há tanto em risco? Em  Elemento ômega,  nós viajamos com Alys em sua busca para se tornar mais forte, ao mesmo tempo em que ela nunca se sentiu tão frágil na vida: há muitas incertezas. Alys não sabe o quê ou quem ela está se tornando com tantas transformações que já tinha passado e que ainda iria sofrer.  

Boa parte do livro se passa sem a presença do guardião Evan. E Alys tem que se virar de várias maneiras sozinha: enfrentar ataques, lidar com as mudanças constantes, os perigos iminentes, dominar seus dons mágicos e sobreviver aos treinamentos com Thela. O mundo que se abriu para a protagonista no volume anterior, continua se expandindo.

E por falar em expansão... Kyer (lembra dele? melhor amigo da Alys desde sempre) além de ter sido descoberto como a personificação do Grande Sábio, também assume uma nova função no Conselho e vai ter que lidar com responsabilidades cada vez mais sérias.

Uma das facetas que me surpreendeu nesse volume foi o aprofundamento na origem do vilão Zmora, que escorregou do livro um para o dois e está ficando cada vez mais forte. Ao descobrirmos a história dele, percebemos que, de um jeito ou outro, todos tem seus próprios motivos para tomarem as decisões que tomam.

E de pano de fundo, quase imperceptível,  temos duas forças aparentemente ancestrais (digo aparentemente pois ainda é uma hipótese, coisa que concluí com a leitura, embora a escritora não tenha deixado isso claro), movendo suas teias ao longo dos capítulos, nos oferecendo um suspense extra e deixando mais perguntas ao longo do caminho.

Elemento Ômega, tem 32 capítulos dinâmicos e precisos, narrados em primeira pessoa por Alys, uma protagonista bem humorada e cheia de vida, que me fez perceber que não importa o quão longe fomos, o quão cansados estamos. Se estamos de pé, é porque ainda aguentamos dar mais um passo, olhar mais uma vez para o céu e seguir em frente. Inspirador, não?

E por falar em inspirador... o novo projeto gráfico da série está lindo, com as capas internas coloridas!

Vou ficando por aqui e até a próxima folks!