Favoritos 2020!

 

Ano novo, lista nova! Josy e eu, as barateiras de plantão, nos unimos para o tradicional post de melhores leitura do ano. 2020 não foi fácil e justamente por isso, a leitura foi ainda mais importante para quietar o coração e dar um respiro para a mente, né? Né!

Lembrando que não é um ranking de primeiro, segundo ou terceiro lugares, são apenas os livros do ano que mais gostamos, ok? Para acessar as resenhas de cada livro da lista basta clicar no título e ser feliz!

Então, senhoras e senhores, sem mais delongas, melhores leituras 2020 está no ar!

Top 3 - Dany Fernandez


Atlas Ageográfico de Lugares Imaginados de Ana Cristina Rodrigues

Clio acorda sem memória no deserto. Ela não caminha muito até encontrar Íbis, um homem-morcego em busca de redenção, e uma estátua animada de metal, o Rei-Máquina fugitivo da cidade de lata e louco. Ah, Clio também encontra um cavalo misterioso e juntos, o quarteto improvável parte sem rumo pelo deserto, em busca de respostas para perguntas que eles vão formular pelo caminho.

A narrativa de Atlas é onírica. Cada capítulo tem um misto de sonho, de memória perdida e reencontrada. E ao longo desses capítulos, cuja história se passa durante três dias, vamos conhecendo os caminhos que levaram cada um dos protagonistas ao Deserto Sem Nome. Uma leitura que me deixou extasiada e brincou com a minha imaginação! 


Para onde vão os suicidas? de Felipe Saraiça

Em “Para onde vão os suicidas?” Conhecemos o coração de Angelina, uma garota que, antes de se despedir de vez da vida, precisa cumprir uma missão: salvar outros suicidas de si mesmos.

O livro começa nos apresentando a protagonista e de imediato percebemos uma narrativa intimista, delicada e profunda. Conhecemos os seus motivos para cometer suicídio, sua dor silenciosa e a consciência de que somente por fim à própria vida lhe traria paz. Uma leitura suave, delicada e profunda, que ganhou um espacinho no meu coração e nesse top leituras! 


Anjo na gaiola  de Walter Tierno

Impedir o fim do mundo já é uma tarefa inimaginável de tão difícil. Imagine então ter que escolher entre salvar o mundo e matar seu pai, ou deixar seu pai viver, mas deixar que o mundo acabe. Dá um nó na cabeça de pensar, né? Agora pensa em tudo isso de novo com a cabeça que você tinha aos quinze anos.

Essa foi, sem dúvida, a leituras mais incrivel de 2020: a narrativa de Anjo na Gaiola começa de maneira simples, quase pacata. Vai apresentando a protagonista e o seu mundo, sua rotina, seus medos e inseguranças. Sua solidão. E quando percebemos, estamos tão envolvidos com o drama da Menina, que suas dores se tornam nossas através de capítulos curtos e precisos.

Taí um livro que me fisgou por eu ter uma quedinha por histórias de fim de mundo, mas que me cativou por ter uma profundidade que eu não esperava e isso foi incrível.


Top 3 - Josy Santos




O Trono de Vidro de Sarah J. Mass

Primeiro volume da série apresenta a condenada Celaena que é recrutada para participar de uma disputa e se tornar a campeã do rei em troca da liberdade. Mas, quando começam a assassinar os outros competidores ela passa a ser uma das próximas vítimas se não descobrir quem é o assassino.












Kate tenta ter uma vida normal após os acontecimentos traumáticos, mas a iminente liberdade de seu sobrinho sob a tutela da sua mãe dispara um alarme interno nela. 
Ele terá mesmo mudado ou apenas fingiu ser um bom garoto para estar em liberdade e ameaça-la novamente e a sua família?
Envolvente e eletrizante do início ao fim. E que fim! Recomendadissimo.


É um tanto similar ao trono de vidro e quem leu vai gostar. Katsa é uma graceling com Dom de Luta que precisa lutar a favor do Rei em missões. 
Ao conhecer outra Graceling lutador como ela, acaba por descobrir novos fatos que vão a fazer se questionar se está certa de como usa seu dom e o que é a verdade escondida no reino.










E esse foi o nosso top 3 2020! E você, qual foi o seu? Já leu ou leria um dos livros dessa lista?

Vamos ficando por aqui e até a próxima!