Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

Quadrinhos da minha estante #02

Imagem
Autor:   Estevão Ribeiro – Texto / Lucas Marques - desenho Páginas: 32 Editora: Aquario Editorial Série: Famintas Famintas é uma HQ vampírica lançada pela Aquario Editorial em 2014, acho. Peguei o meu exemplar no estande da editora lá na Bienal do Rio, ano passado. Quando  cheguei de viagem, deixei os espólios da bienal numa pilha, junto com as centenas de livros que estão na prateleira dos um “um dia eu leio.” E há algumas semanas, procurando uma coisa rápida para ler e leve de carregar na mochila, bati o olho naquela capinha roxa, com uma vampirona sorrindo.  “Okay belezurinha, é você mesmo que vai passear comigo hoje.” Pensei. Famintas apresenta cinco vampiras sedutoras, que trabalham num Bar burlesco. Não ficou claro se o lugar pertencia às moçoilas sobrenaturais, mas imagino que sim. Cada uma tem um passado de marcas fortes, traduzido em suas personalidades.

Conto - Surfista sem braço

Imagem
The Great Wave Off  Kanagawa-  Katsushika Hokusai — Como é viver sem um braço? — Pergunta meu imenso amigo. — Não sei dizer. — respondo, preguiçoso. — Seria como perguntar a você como é ser o mar. — Não saberia responder.  Só sei que juntos, eu e você, somos o oceano. Estou de bruços e fecho os olhos para sentir as ondas sob a prancha. Aquele movimento suave me faz sentir aconchegado no mundo. Meu braço esquerdo — o inteiro — escorrega  para água e sinto sua carícia suave, gelada. Eu era um menino quando o Mar falou comigo pela primeira vez. Ele me chamava para uma missão especial. Uma missão para aqueles que pudessem ouvi-lo. E eu era um deles. Perguntei onde estavam os outros recrutas. “ Você é o meu recruta. Cada mar tem um. Ou deveria ter. Se tiver a sorte de achar quem o ouça.” Naquele dia eu não voltei para Os Saltins. Éramos uma grande família sem parentes. Vivíamos juntos sob a lona esmaecida, pulando daqui pra lá. Eles já estavam se preparando para

Cidades de Dragões

Imagem
Autor:   Rafael Dracon Gênero : aventura, ação Páginas:   320 Editora: Fantástica Rocco Série: Legado Ranger Em Cidades de Dragões – Legado Ranger II, temos a continuação praticamente imediata do que houve com o grupo de heróis que se uniram no volume I dessa série. Você pode encontrar a resenha bem aqui. Apesar da misturada toda do volume I, um furo de roteiro (o Spoiler me impede de detalhar isso) e um personagem inútil, posso dizer que a apresentação do universo dessa série funcionou. Então chegamos ao volume II, com os dragões invadindo nossa dimensão (entenda-se o nosso planeta), destruindo tudo, comendo gente, cuspindo fogo e transformando o estádio do maracanã em farelos. Essas aparições ocorrem em vários pontos do globo, praticamente onde cada ranger está, marcando o retorno dos rangers  que estavam em cemitérios de dragões no primeiro livro. Ao voltar para casa, cada ranger acorda em um ponto do planeta com seus braceletes ultra mega inteligentes e int

O Livro das Estrelas - Qadehar, o Feiticeiro

Imagem
Autor: Erik L'Homme Gênero : Fantasia, Aventura e Magia Páginas:  264 Editora:  Rocco Jovens Leitores Guillemot é um jovem adolescente vivendo no País de Ys. Uma pequena ilha longe do continente, sua ambição pessoal é se formar e entrar para o grupo de Cavaleiros que protegem o lugar em suas armaduras azuis. Mas, tudo muda quando o garoto levita em uma festa! Agora um homem misterioso surge e quer lhe ensinar feitiçaria!

Ed & Lorraine Warren: Demonologistas

Imagem
Eles enfrentaram os mistérios mais sinistros dos últimos sessenta anos, sempre em busca da verdade. Agora é a sua vez de entrar em contato com o sobrenatural. Você tem coragem? Então leia Ed & Lorraine Warren: Demonologistas , a biografia definitiva dos mais famosos investigadores paranormais do nosso plano astral.

Lançamento: O menino que desenhava monstros

Imagem
Keith Donohue escreve histórias realmente assustadoras. Não aquelas com sangue por todos os lados ou sustos premeditados para fazer o leitor pular da cama. O horror está nas sutilezas que são capazes de fazer a pele formigar e nos dar a certeza de que estamos diariamente interagindo com o sobrenatural.