Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

A Grande Caçada - A Roda do Tempo 2

Imagem
Autor:  Robert Jordan Gênero:  Ficção, Fantasia, Aventura Páginas:  704 Editora:  Intrínseca CONTÉM SPOILERS!!! Neste novo volume da Saga da Roda do Tempo de Robert Jordan, encontramos novamente nossos heróis já conhecidos: Rand, Mat e Perrin. Na sua continua luta contra o Tenebroso e seu exercito cada vez mais fortalecido.

Prata, Terra e Lua cheia

Imagem
Autor:   Felipe Castilho Gênero : Fantasia / Aventura Páginas:   270 Editora: Gutemberg Série: Legado Folclórico Se você ainda não leu o primeiro volume dessa série, sugiro que dê uma passada nessa resenha aqui , antes de vir para essa, beleza? Prata, Terra e Lua Cheia é o segundo livro da série O Legado Folclórico, onde temos de volta o menino Anderson que parte mais uma vez de Rastelinho em Minas Gerais, para a Organização em São Paulo. Dessa vez, Anderson terá de liderar a galera do Casarão em uma espécie de gincana que acontece a cada três anos numa ilha mágica, que flutua sobre as águas do país. Na hora eu liguei a ilha de Anistia (sim, esse é o nome do lugar) à ilha de Avalon dos contos celtas, já que a ilha do livro também segue escondida em névoa.

Dica - Helena, o mangá

Imagem
Autor:   Machado de Assis Gênero : Adaptação de romance para Mangá Páginas: 256 Editora: Helena Série: Selo Histórico Helena, romance clássico de Machado de Assis, foi adaptado para mangá pelo Studio seasons e lançado pela editora New Pop em 2014. A arte é impecável e o trabalho de adaptação ficou um primor. O estilo one-shot (volume único) foi adotado para essa publicação, o que ao meu ver, facilita bastante a compreensão do enredo. Eu já vinha namorando esse mangá há bom tempo, em parte porque eu sou fanzoca do mestre Machado e em parte porque achava a capa linda. Para quem não conhece, esse romance conta a história de um amor impossível entre os irmãos Estácio e Helena.

Conto - Lousiene

Imagem
Imagem: wallpaperscraft.com Era bom conversar. Sempre fui do tipo que ouve. Mas nunca pensei que pudesse ser ouvido. Veja bem, para um cara normal eu não sou muito de falar. Ainda que silencioso aqui fora, minha mente explodia em falatórios intermináveis. Dentro do meu imaginário, as pessoas seguiam um roteiro sólido de interlucubrações, reticências, diálogos e travessões. Enquanto eu divagava, os meus interlocutores estendiam suas narrativas, ora enfadonhas, ora interessantes. O fato era que eu sabia, lá no fundo — e também no raso — eles não pretendiam me ouvir.  Não se tratava uma via de mão dupla. Eu era apenas sua caixa de ressonância.

Sonho Febril

Imagem
Autor:   J. R.R. Martin Gênero : Aventura, ação, fantasia, ficção Páginas: 352 Editora: Leya Antes de começar, preciso dizer que nunca tinha lido nada do sr. Martin até pegar Sonho Febril. Sério, nunca tive vontade de ler a série GOT. Mas como gosto de literatura vampírica, foi uma surpresa encontrar um livro do titio Martin com essa temática. Mais surpresa ainda eu fiquei ao descobrir que esse livro foi lançado em 1982 e que nunca tinha sido publicado aqui no Brasil até a editora Leya resolver que seria uma boa ideia. O livro conta a história de vampiros passeando pelo Rio Mississip nos EUA, entre 1857 e 1870. Nessa época, a escravidão ainda era um fato corriqueiro na sociedade e as embarcações a vapor eram o meio de transporte de cargas e pessoas mais eficiente. Na primeira metade do livro, são apresentados dois núcleos, um liderado por Joshua York e outro por Julian algumacoisaquenãolembro,   onde acontecimentos vão se desenrolando paralelamente.

Dica – Escolha seu Dragão

Imagem
Autor:   Rosana Rios / Ilustrações:  Nireuda Longobardi Gênero : Fantasia, Literatura Infantil Páginas: 40 Editora: Cortez Quando visitei o último Salão do Livro de Guarulhos (maio/2016), além de ter ficado encantada com o evento, um livrão grande de tamanho e fininho de grossura me chamou atenção. Ele tinha uma capa laranja e um dragão de xilogravura bem no meio. O título bem grande no alto da capa: Escolha seu dragão. Depois disso sofri um lapso e só dei por mim quando já estava levando o livrão embora.

O que raios faz um leitor beta?

Imagem
Onde vivem? O que comem? Como se reproduzem? Eis que essa semana estava  betalendo  novamente e pensei que esse seria um bom tema aqui para o blog.  Leitor beta, leitor teste, beta reader ou qualquer outra beta que tenha a ver com leitura, costuma ser uma pessoa (nunca vi bichinhos atuarem como leitores beta, mas vai que...) que recebe um livro antes de ser lançado, ainda no formato digital com apenas a primeira revisão feita. A ideia é que o leitor beta possa fazer uma leitura crítica, apontando furos de narrativa, palavras repetidas ou escritas errado, chamar a atenção do autor sobre como determinado personagem está agindo ou não de acordo com do padrão proposto pelo livro. Para alguns, receber um livro para leitura beta pode ser uma baita honra. Digo isso por experiência própria, que nesse tempo todo de leitora viciada, acabei recebendo alguns títulos como beta reader.  Mas afinal, o que é preciso para ser um leitor beta?

Conto - Entre nomes e tapetes

Imagem
Imagem: http://imphic.ning.com/ — E então, vai me contar hoje? — Perguntou Lorena, indo direto ao assunto. — Ora pois, contar o quê? — Ele sabia muito bem sobre o que a moça estava falando. Lorena tinha aquela curiosidade mórbida. Desconcertante. — Ah, por favor. Quantas vezes vou ter que vir aqui, para satisfazer minha curiosidade? Acho que não me responde só pra ver se eu volto. Ele riu alto. Lorena era engraçada, precisava admitir. De alguma maneira sabia — ou imaginava — que ela estava fazendo biquinho, fingindo-se amuada. — Acho que está dando certo. — respondeu o tecelão, cruzando os braços. — Você sempre volta, não é? Sou cego, mas não sou burro, garota. Sei que gosta de conversar comigo, afinal, que te importa como perdi a visão? — Ahá! “perdeu a visão”, hein? Ótimo, agora sei, pelo menos, que não nasceu cego. Já que tivemos esse avanço, por que não me conta como aconteceu?

Dragões de Titânia – A Maldição dos Templos

Imagem
Autor:   Renato Rodrigues Gênero : Aventura, ação, fantasia, ficção Páginas:   270 Editora: Linhas Tortas Série: Os Dragões de Titânia A Maldição dos Templos é o quarto livro da série Dragões de Titânia (uma das minhas séries favoritas por sinal), e traz uma pegada mais pesada que os livros anteriores. Um fedor de conspiração ultra maligno atacou o meu nariz assim que me pus a ler esse livro. O povo da Pensão da Adria está de volta, mais quizumbeiro, atrapalhado e azarado do que nunca.  Depois dos acontecimentos do livro 3 , e do sonho misturado com viagem no tempo, o mago Khosta está cabreiro, pensando em como evitar aquela lambança toda que está por vir. Ou que ele acredita estar por vir.

Dica: Trilogia da Gratidão da Nora Roberts

Imagem
Para quem gosta de histórias de família e romance, esta é uma ótima leitura. Nora Roberts é conhecida por ter inúmeros romances publicados, inclusive alguns são vendidos em banca de jornal. Esta trilogia parte do seguinte conceito, três meninos órfãos e com histórias de vida diferentes e difíceis são adotados por um casal, eles crescem e já são adultos com carreiras e vidas diferentes, quando recebem a noticia de que seu pai teve um enfarto fulminante. Estes três filhos se reúnem novamente para estar junto com ele, e como ultimo pedido (sim ele morre, e isto acontece no primeiro capitulo então não é segredo) ele pede que os três irmãos criem o último garoto que ele adotou então estes três irmãos passam a voltar a viver na casa de infância e tentar se ajustar para ajudar este menino que também teve uma infância problemática a se sentir em casa e em uma família. Ai vocês perguntam: e o romance? Isto parece um drama. Mas ai é que está, Nora Roberts consegue transmitir o dia a dia

Quadrinhos da minha estante #03

Imagem
Apagão – Cidade sem Lei/luz Autor:   Raphael Fernandes – Roteiro/ Camaleão – arte Páginas: 96 Editora: Draco Série: Apagão Apagão é uma HQ nacional que voltou comigo para casa quando fomos cobrir a Comix Fest do ano passado. Depois de entrevistar o Raphael Fernandes, a mente maligna por trás desse projeto, não tive como ignorar a vontade de levar um exemplar comigo. Dificilmente eu leio algo assim que compro, e dessa maneira, Apagão passou uns meses dando sopa na minha famosa prateleira dos ainda não lidos. Apagão conta a história de São Paulo sem energia elétrica meses a fio. Já parou para apensar numa coisa assim? As pessoas enlouqueceram e o frágil véu da civilidade foi rompido pela animosidade humana que já não precisa de tanta ajuda assim para vir a tona.

Conto - Ruído

Imagem
Meus pensamentos são feitos de gritos, pratos quebrados, torções. São barulhos dentro da minha cabeça e que vem de fora. Vêm de todos os outros. Eu sou uma esponja que absorve sons e isso está...o que isso está fazendo comigo?   Téc-téc-téc e acordo do devaneio. Atrito de pele e plástico.  Isso me dá nos nervos. Passo a digitar bem devagar, quase uma caricia. — Que é isso Ricardo? Tá massageando o teclado? Manda ver cara, isso é feito pra aguentar pressão! Olho para ele. Arnaldo.— Será que seu pescoço também aguenta pressão? — O imbecil senta-se à mesa ao lado e começa a socar seu próprio teclado, aumentando meu suplício. Eu deveria quebrar aquela porra na cabeça dele. Engulo o instinto. Sorrio apenas, disfarçando meu mal estar. E me odeio um pouco mais por isso.

Arrebatado Pelo Mar

Imagem
Autor:   Nora Roberts Gênero : Romance Páginas:   378 Editora: Bertrand Brasil Série: Trilogia Gratidão Depois de muita insistência da barateira Josy, resolvi ler esse romance, que acabou ganhando minha atenção no momento em que percebi que o ponto de vista é de um personagem masculino. Fiquei curiosa. E mais curiosa ainda fiquei sobre como isso se desenrolaria. Arrebatado pelo Mar é o primeiro livro de uma trilogia que conta as histórias de três irmãos, costuradas por uma história maior, que além de background, também é o que “une” a história dos três caras: Cameron, Ethan e Phillip. Cada um deles é “dono” de um dos livros da trilogia. Em Arrebatado pelo Mar, somos apresentados a Cameron, um viciado em corridas, boa pinta, que vive solto pelo mundo até ser chamado às pressas de volta para casa pois seu pai está morrendo. Cameron e seus dois irmãos recebem de Ray (o pai que está morrendo) a incumbência de criarem o garoto Seth, cujo processo de adoção já tinh

Dica - Crônicas dos Kane

Imagem
Rick Riordan é mais conhecido por ser o autor da Série Percy Jackson, esta série no entanto tem o enfoque nos Deuses Egípcios.  A historia gira em torno de dois irmãos, Carter foi criado com o pai um arqueólogo cheio de mistérios, Sadie, foi criada com seus avôs. Durante uma viagem para verem Sadie, Carter e seu pai são pegos no meio de uma trama de feiticeiros egípcios e Deuses, bons e maus e sua luta pelo mundo. O livro é contado como um diário gravado pelos irmãos alternadamente, contando suas desventuras entre deuses e como lidarem com suas novas habilidades descobertas.  Indicado para aqueles que gostam de aventuras e do Egito.